terça, 16 de julho de 2019
Chuva
Compartilhar:

Chuvas devem continuar em João Pessoa

Aline Martins / 12 de abril de 2018
Foto: Reprodução
O tempo chuvoso em João Pessoa e em praticamente todo o Estado deve continuar pelo menos até o próximo final de semana, inclusive com o acúmulo de água que pode gerar inundações. Esta é a previsão do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden) e do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). Na Capital, entre a noite da terça até essa quarta-feira (11) choveu 77 milímetros, segundo a Defesa Civil. O Cemaden emitiu dois alertas relativos à inundação e movimentos de massa (barreiras) na madrugada dessa quarta (11) para o município de João Pessoa para os próximos dias. Um deles é de 50 mm de chuvas em 1 hora.

Para esta quinta (12), a previsão é de precipitações variando de 30 a 100 milímetros (mm) em algumas localidades do Estado.

As chuvas têm ocorrido nos últimos dias no Nordeste devido à atuação do sistema meteorológico Zona de Convergência Intertropical (ZCIT) – que é responsável pela abundância de precipitações pluviométricas no setor norte do Nordeste. “A nebulosidade no Oceano Atlântico empurra as chuvas para o Litoral do Nordeste. O aviso meteorológico é de chuvas de 30 a 60 mm e de 50 a 100 mm por dia em algumas localidades devido à nebulosidade concentrada entre as capitais Natal e Recife com grau de severidade, mas também tem previsão de chuvas no interior da Paraíba”, explicou o meteorologista do Inmet, Ednaldo Correia de Araújo, que ainda comentou sobre a tendência do aumento de mais dias chuvosos. Até o fim desta semana deve continuar chovendo, mas menos intensa do que os registrados nessa quarta (11) e provavelmente nesta quinta-feira (12). Há também previsão de trovoadas.

No entanto, o meteorologista destacou que mesmo uma quantidade de chuvas de 20 milímetros já é possível provocar alagamentos nas grandes metrópoles como pode ser observado em alguns pontos de João Pessoa. “Se a maré estiver alta e com a chuva, os alagamentos devem ocorrer assim como as inundações. Sem contar também que a má educação da população contribui para esses problemas porque jogam o lixo nas ruas e isso entope as galerias e os bueiros”, frisou. Esses transtornos, assim como o deslizamento de barreira, foram motivos de alertas emitidos pelo Cemaden na madrugada dessa quarta (11) para a capital paraibana. Foram dois tipos relacionados à inundação por conta do nível do Rio Jaguaribe - no estuário do Rio Paraíba e de movimento de massa por conta do acúmulo de precipitação nos últimos dias nas regiões Norte e Nordeste.

João Pessoa registra alagamentos

Por conta das chuvas houve registro de pontos de alagamentos como nas imediações do viaduto do Geisel e na Rua Francisco Porfírio Vieira (acesso entre os bairros Mangabeira/Valentina Figueiredo), na Capital. Esse último ponto é o que tem provocado mais reclamações por parte da população, pois qualquer quantidade de chuva gera inundação do rio na área, o que impede a passagem de veículos. Um problema antigo, mas ainda não resolvido pela Prefeitura.

“Eu passei porque só tem essa avenida para passar. Moro no Valentina e trabalho em Mangabeira. Como já estava atrasado passei assim mesmo”, relatou Willams da Silva Nascimento, que se arriscou a passar pela inundação.

Alguns semáforos apresentaram problemas como no cruzamento do Parque Solon de Lucena com a Rua Miguel Couto, cruzamento das avenidas Rui Carneiro com Nossa Senhora dos Navegantes e na Avenida Josefa Taveira, perto do Banco do Brasil, em Mangabeira.

Acima da média

Na Nota Técnica do Cemaden, na Região Nordeste, principalmente entre o Maranhão e o Ceará, há previsão de continuidade da chuva ao longo da semana, que resultará em acumulados significativos, acima da média histórica para o período nestas áreas.

Na faixa Leste do Nordeste, também há previsão de chuva e os acumulados pluviométricos ficarão dentro da média histórica para o período.

Nas regiões Norte e Nordeste, entre Maranhão e Ceará, e Leste do Amapá a precipitação poderá ter acumulados acima da média histórica, aumentando o risco de evento geo-hidrológicos. Na faixa Leste do Nordeste não se descarta a possibilidade de ocorrência desses eventos pontuais.

Risco moderado

O coordenador da Defesa Civil de João Pessoa Noé Estrela informou que recebeu dois alertas do Cemaden de chuvas de risco moderado, que envolve alagamentos e deslizamentos, mas o suficiente para deixar a gestão municipal em alerta. “Não registramos nenhum chamado, apenas um alagamento da ladeira Mangabeira/Valentina”, frisou, acrescentando que já foi autorizada a obra de aumento da tubulação e elevação da pista. “Esperamos só as chuvas terminarem para que a Seinfra execute. O secretário já esteve lá analisando o local”, comentou. Por vez, a Secretaria de Infraestrutura informou, por meio da assessoria de imprensa, que a pasta ainda não recebeu o projeto.

 

Relacionadas