sexta, 04 de dezembro de 2020

Chuva
Compartilhar:

Chove 52% do esperado para todo o mês de maio; veja os prejuízos da madrugada de chuvas

Renata Fabrício / 02 de maio de 2017
Foto: Reprodução WhatsApp
A madrugada da terça-feira (2) para quarta-feira (3) acababou com o registro de 50 milímetros de chuva em João Pessoa, segundo alerta emitido pelo Instituto Nacional de Meteorologia. O aviso do Inmet foi para os órgãos de monitoramento de riscos de deslizamentos e alagamentos, já que a previsão aponta que as chuvas no Litoral passam a ser mais frequentes até o mês de agosto por causa de nuvens que se formam no oceano Atlântico e se deslocam para esta região.

De acordo com o chefe da previsão do Distrito de Meteorologia do Inmet em Recife, Ednaldo Correa, a temperatura está baixando no Nordeste. “Há condição de chuva e muita nebulosidade entre Natal e João Pessoa. As chuvas podem se estender até Campina Grande, mas a partir de Campina, em outras regiões, as chuvas devem ocorrer de forma isolada. A temperatura pode ficar um pouco abaixo no Nordeste, pois essa queda está associada aos dias chuvosos”, explicou.

Para a meteorologista da Agência Executiva de Gestão das Águas (Aesa), Carmem Becker, as chuvas que já começam a chegar em Campina Grande ocorrem por causa do início do inverno nessa região, que também é fim do . “No Agreste o período chuvoso abrange os meses de abril, maio, junho e julho. Para maio, o que destacamos é que as regiões do Sertão e Alto Sertão estão no ultimo mês de chuvas mais favoráveis e a partir de junho já reduz a incidência de precipitações”, ressaltou.

Com as chuvas que descem do Litoral para o Brejo e Agreste, o calor deve dar uma trégua e os termômetros também devem registrar números menores. “Daqui pra frente os órgãos competentes devem ficar mais atentos por causa da possibilidade de chuvas mais fortes. Vem muitas nuvens do Atlântico para a costa Leste do Nordeste, que abrange Paraíba, Pernambuco e um pedaço do Nordeste. A temperatura é condicionada a estar nublado, então vai começa a diminuir. Campina estava registrando em torno de 31 e 32 graus e nesse tempo nublado a máxima pode chegar a 29. Em junho cai ainda mais e a máxima chega até 25 e 24 graus”, disse Becker.

52% do mês

De acordo como coordenador da Defesa Civil, Noé Estrela, nos três primeiros dias do mês de maio, choveu o 52% do esperado para os próximos 30 dias. Ainda segundo o coordenador, a previsão para esta quarta-feira (3) é de mais chuvas.

Prejuízos das chuvas na Capital

Na BR-230, a lona colocada pela Defesa Civil da prefeitura de João Pessoa para conter deslizamentos na barreira que fica no bairro Castelo Branco já cedeu. Com as últimas chuvas do final de semana, o equipamento rasgou e parte acabou não resistindo e cedendo junto com a terra, deixando de oferecer proteção na área. A encosta está descoberta, com o material danificado. Em Campina Grande, no período entre sábado e ontem, a Defesa Civil não registrou ocorrências relacionadas a chuva.

Relacionadas