domingo, 19 de maio de 2019
Cidades
Compartilhar:

Chuva enche açudes e traz esperança ao Sertão

Katiana Ramos / 04 de abril de 2019
Foto: Cícero Araújo
As últimas chuvas que têm caído na região do Sertão paraibano devem continuar mais frequentes até o final deste mês e já representam esperança para os agricultores de Patos e região que estão otimistas quanto à colheita do milho no período junino. Ainda nesse município, os açudes Farinha e Jatobá I estão com mais de 20% da capacidade total.

“O período chuvoso na região Semiárida da Paraíba vai até maio e a previsão é de que essas chuvas mais recorrentes devem continuar neste mês. Então, quem plantou mais cedo, entre janeiro e fevereiro, vai ter uma colheita melhor”, explicou o meteorologista do Instituto Nacional de Meteorologia (InMet), Flaviano Fernandes. Além dos açudes do Jatobá I e Farinha, a barragem de Capoeira, ainda em Patos, está com uma boa reserva de água.

Para os agricultores, a esperança da fartura no período junino é constante, já que as plantações de milho, e ainda de feijão estão se desenvolvendo normalmente. De acordo com o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Patos, Sebastião dos Santos, a maioria dos agricultores aproveitou para plantar no mês de janeiro e as chuvas que chegaram à região sertaneja no mês de março animou os produtores.

“A gente está com muita esperança de que vai ser um inverno bom, principalmente com as chuvas do fim de semana passado. Quem plantou milho já está com uma lavoura boa e a colheira estará garantida, principalmente se continuar chovendo como foi do mês passado pra cá”, acrescentou Sebastião dos Santos.

Por meio da assessoria de comunicação, o núcleo regional da Companhia Estadual de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa) informou que o abastecimento de água em Patos e nos municípios vizinhos segue normalmente. De acordo com a Cagepa, a barragem de Capoeira, que também abastece a cidade, está com 16% da capacidade, volume que reforçará o abastecimento.

De acordo com o meteorologista do InMet, Flaviano Fernandes, considerando o volume acumulado, a chuva que caiu na região de Patos, no último mês de março, ficou um pouco abaixo da média histórica, acumulando 189 milímetros (mm). A média histórica é de 227,6 mm.

No Litoral

De acordo com a previsão do InMet, as chuvas devem cair com menos frequência no Sertão a partir de maio e, nesse mesmo período, devem ficar mais recorrentes no Litoral paraibano. “A estação do inverno mesmo é a partir de junho e com isso, as chuvas ficam mais na região do Litoral e Brejo. No Sertão pode chover, mas não será tão intenso. No Litoral é esperada chuva acima da média para esse período”, disse o meteorologista do InMet, Flaviano Fernandes.

Relacionadas