sábado, 19 de setembro de 2020

Campina Grande
Compartilhar:

Destino do Cine Captólio pode ir parar na justiça

Fernanda Figueirêdo / 17 de novembro de 2016
Foto: Divulgação
O destino do Cine Capitólio, antigo cinema localizado no centro de Campina Grande e desativado desde o final dos anos 1990, pode ir parar na justiça. A secretaria de Obras e Planejamento do município afirma que vai tentar, mais uma vez, apresentar o projeto de revitalização ao Instituto do Patrimônio Histórico Artístico do Estado da Paraíba (Iphaep). Se o órgão indeferir novamente o pedido, a prefeitura pretende acionar a justiça para dar início às obras.

O secretário de Obras e Planejamento do município, André Agra, disse que antes de recorrer ao judiciário, tentará mais uma vez dialogar com o Iphaep na expectativa de, ao menos, conseguirem apresentar o projeto feito pela arquiteta e urbanista Mayrla Souto Maior aos responsáveis diretos do Instituto.

“De início, pediremos reanálise do projeto pelo conselho do Iphaep para tentarmos começar a obra. Da última vez, em fevereiro, eles questionaram a altura da fachada. Mas temos caso similar na Estação de Bananeiras, e lá eles aceitaram. O projeto se adéqua às normas de arquitetura de patrimônio histórico e queremos, no mínimo, que eles nos recebam”, disse André.

Para o Iphaep, o projeto de revitalização do Cine Capitólio está em desacordo aos requisitos técnicos de proteção patrimonial, mais precisamente no que se refere ao aumento do gabarito da edificação, ou seja, na altura da fachada do prédio em 1/3. Essa modificação, mesmo sendo mínima, descaracterizaria o imóvel, anunciou o órgão. Por conta da decisão do Iphaep, o projeto de revitalização, que prevê a recuperação do prédio e a sua transformação em um empreendimento dedicado à cultura e ao entretenimento, está inviabilizado até segunda ordem.

Relacionadas