domingo, 29 de novembro de 2020

Campina Grande
Compartilhar:

Após cinco anos de luta, morre o humorista Shaolin

Nice Almeida / 14 de janeiro de 2016
Foto: Divulgação
Morreu, na madrugada desta quinta-feira (14), o humorista paraibano Josenilton Veloso, o Shaolin, de 44 anos. Ele havia sido internado na noite de ontem em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da clínica particular Santa Clara, em Campina Grande, após apresentar um quadro febril que evoluiu para uma infecção. Já internado, teve uma parada cardiorrespiratória e não resistiu e morreu por volta das 2h15.

O corpo de humorista será velado e enterrado no Cemitério Campo Santo Parque da Paz ainda hoje. O velório será aberto ao público das 11h às 15h. O sepultamento está previsto para acontecer às 17h.

A morte de Shaolin acontece cinco anos depois de um acidente grave ocorrido em 2011 e que o deixou acamado desde então. Foram, então, cinco anos de luta por sua recuperação. A família, amigos e parentes batalharam por 1.821 dias, como disse o filho dele Lucas Veloso nas redes sociais após sua morte. Tudo para vê-lo melhorar.

Shaolin deixa a mulher, Laudiceia Veloso, e dois filhos, Lucas e Gabriela.

shaolinpost

O acidente

Na madrugada do dia de 18 de janeiro de 2011, às 23h40, Shaolin sofreu um grave acidente de automóvel na BR-230, em Campina Grande, na Paraíba. Seu automóvel — um Mitsubishi Pajero — colidiu lateralmente com um caminhão. Shaolin foi levado para o hospital com traumatismo craniano e o braço esquerdo, com fratura exposta, quase foi amputado. Depois de uma cirurgia de 4 horas no Hospital Antonio Targino, a equipe de cirurgiões conseguiu salvar seu braço e ele foi colocado em coma induzido na UTI.

Em maio de 2011, Shaolin saiu da UTI para um quarto no hospital, ainda em coma. Em 10 de junho, em "estado mínimo de consciência e clinicamente estável", segundo o hospital, Shaolin recebeu alta e voltou para casa em Campina Grande, após 145 dias internado. Em setembro de 2012, a apresentadora Ana Hickmann, durante uma reportagem em que visitou Shaolin, deu-lhe um aparelho importado da Suécia que permite a comunicação através de movimentos com os olhos. Shaolin se mostrou plenamente consciente e conseguiu se comunicar pela primeira vez desde o acidente, e expressou não estar feliz por sua condição.

Biografia

Shaolin começou sua carreira quando trabalhou no Teatro Municipal Severino Cabral, de Campina Grande. Foi cartunista político do jornal A Palavra, do Jornal da Paraíba e da Revista Nordeste, além de radialista na Rádio Campina Grande. Fez participação em grandes programas da televisão brasileira, como Domingão do Faustão, A Praça É Nossa, Show do Tom entre outros. Seu último trabalho foi no programa Tudo é Possível com Ana Hickmann, parodiando famosos, como Leonardo, Joelma da Banda Calypso e Zezé di Camargo, além de muitos outros. Casou-se em dezembro de 1994 com Laudiceia Veloso, com quem teve dois filhos.

Relacionadas