sábado, 08 de maio de 2021

Campina Grande
Compartilhar:

Forrozeiros perdem até dentadura no Parque do Povo

Ricardo Junior / 16 de junho de 2018
Se você marcou presença no Parque do Povo durante a festa do Maior São João do Mundo e perdeu os documentos ou itens pessoais, não precisa se desesperar. O evento conta com um serviço de Achados e Perdidos, que funciona dentro da réplica do Correios e Telégrafos instalada na parte inferior do local. Dentadura e carrinho de supermercado foram alguns dos objetos inusitados encontrados pelo serviço na primeira semana da festa. Até a última quinta-feira (14), haviam sido registrados 81 casos de perdas no Parque do Povo. Em relação ao mesmo período do ano passado, houve uma redução de 40% no número de perdas.

De acordo com o coordenador do Espaço Cidadão, José Sérgio, os objetos mais perdidos são documentos pessoais, chaves de veículos e residências, óculos e guarda-chuvas. “A recomendação é que as pessoas não levem todos os documentos pessoais para o Parque do Povo, basta levar apenas um. Se por acaso você achar ou perder algum objeto, deve procurar imediatamente o serviço de achados e perdidos ou mesmo as Polícias Civil e Militar”, orientou.

José Sérgio destacou que, após receberem os objetos e documentos perdidos, os funcionários do setor procuram identificar os seus proprietários para realizar a devolução. Eles utilizam as redes sociais para comunicar que os itens foram encontrados. Nos casos em que o dono não pode comparecer para reavê-los, o serviço faz o envio através dos Correios. “Essa semana um turista de Goiânia (GO) perdeu o cartão de crédito e ficou desesperado. Ele procurou o serviço e, cerca de 20 minutos depois, a equipe de limpeza encontrou o cartão. O homem já estava saindo do Parque do Povo, quando conseguimos fazer a devolução”, revelou.

De acordo com ele, para garantir que os objetos encontrados sejam devolvidos aos verdadeiros donos, eles não ficam expostos para o público. “Sem mostrar o objeto, pedimos para que a pessoa descreva as suas características. Se ela gaguejar, o objeto não será entregue. Nesse caso, uma nota fiscal deverá ser apresentada para comprovação de propriedade”, contou o coordenador.

Após o encerramento da festa do Maior São João do Mundo, os documentos perdidos ficam sob responsabilidade do serviço durante o período de um ano. Encerrado esse prazo, eles são encaminhados para o Instituto de Polícia Científica (IPC). Já os demais objetos possuem o prazo de dois anos. Caso os seus proprietários não procurem o serviço para reavê-los, eles são incinerados. “Infelizmente, não podemos doar aquilo que não nos pertence”, finalizou José Sérgio.

Serviço

Muitas pessoas não sabem, mas o serviço de Achados e Perdidos está disponível o ano todo dentro do Terminal de Integração, onde ocorre o maior número de perda de pertences. Após o fim dos festejos juninos em Campina Grande, o serviço voltará a funcionar no local, que atualmente está sendo reformado. “Qualquer pessoa que tenha perdido ou encontrado objetos nos espaços públicos da cidade pode procurar o serviço. Por isso, é importante que todos façam o cadastro no sistema do Achados e Perdidos, uma vez que temos tido resultados muito positivos”, afirmou José Sérgio. Ainda segundo ele, durante o período junino, o cadastro está sendo realizado no Parque do Povo.



  • TELEFONE 'ACHADOS E PERDIDOS': 83 3322 - 4500


  • HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO NO PARQUE DO POVO TODOS OS DIAS: 18h até 00h30


Relacionadas