domingo, 20 de agosto de 2017
Política
Compartilhar:

Políticos já preparam familiares para disputarem eleições em 2016

Adelson Barbosa dos Santos / 30 de agosto de 2015
Foto: Arquivo
No cenário que se vislumbra para o próximo ano estão políticos (e seus familiares) como os deputados Adriano Galdino(PSB), Edmilson Soares (PEN), Hervázio Bezerra (PSB), Daniella Ribeiro (PP), Manoel Ludgério (PSD), Arnaldo Monteiro (PSC), Nabor Wanderley (PMDB), Genival Matias (PT do B), Tião Gomes (PSC), Renato Gadelha (PSC), Camila Toscano (PSDB) e Branco Mendes (PEN), entre outros.

No âmbito da Câmara Municipal de João Pessoa, na mesma situação, estão políticos como Durval Ferreira (PP), João dos Santos (PR) e Edson Cruz (sem partido). Durval pensa numa eventual candidatura a vice-prefeito de João Pessoa na chapa do prefeito Luciano Cartaxo (PT), de quem é aliado de primeira hora.

Se conseguir, apoiará o filho, Durval Ferreira Neto, para seu lugar na Câmara da Capital. João dos Santos aguarda um gesto para cumprimento de um acordo para que seu filho, Emano Santos (primeiro suplente numa coligação encabeçada pelo PT do B e PTN) assuma uma cadeira na Assembleia Legislativa da Paraíba.

Fazem parte da coligação de Emano os deputados Genival Matias, Jutay Menezes, Janduhy Carneiro e Inácio Falcão. Se até o início maio do próximo ano seu filho não assumir uma vaga na Assembleia, João dos Santos desiste da candidatura à reeleição para a Câmara e o indicará o filho aos seus eleitores. Se Emano assumir, João dos Santos continuará na disputa.O gesto a que ele se refere diz respeito a um pedido de licença por parte de um dos quatro deputados da coligação.

Ele revelou que foi firmado um acordo na campanha eleitoral para que alguns eleitos se licenciassem parta dar vez a um ou dois suplentes. Filiado ao PR, João dos Santos disse que pode até mudar de partido para engrossar as fileiras do PTN, partido pelo qual seu filho obteve mais de 12 mil votos somente em João Pessoa, a grande maioria na Cidade Padre Zé e nos bairros e comunidades próximas, na Capital.

Suplente no exercício do mandato, o vereador Edson Cruz já decidiu: não será mais candidato a vereador. Vai se dedicar a uma entidade de abrangência nacional que congrega associações comunitárias, sindicatos, clubes de mães etc). No entanto, já avisou que tem dois filhos filiados a partidos diferentes e um deles será o candidato a vereador: Pedro Cruz (PT) e Edson Cruz Filho (PTC).

Três apoiarão os irmãos

Entre os deputados, primeiro, vem o grupo que apoiará os filhos. Estão nesse grupo Edmilson Soares, Hervázio Bezerra, Daniella Ribeiro e Arnaldo Monteiro. Depois, aparecem os deputados que apoiarão os irmãos: Adriano Galdino, Genival Matias e Tião Gomes.

Presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba Adriano apoiará Murilo Galdino (PSB) para vereador em Campina Grande. O próprio Adriano poderá ser candidato a prefeito e, se isso acontecer, facilitará muito a campanha do irmão.

O deputado Genival Matias articula para que seu irmão, Bevilacqua Matias (PT do B) volte à prefeitura de Juazeirinho, principalmente agora que os principais concorrentes - Fred Marinheiro e Carlos Dunga - não têm mais tanta força no município. Já o deputado Tião Gomes apoiará a campanha pela reeleição do irmão, Paulo Gomes (PSL), no município de Areia.

Manoel Ludgério apoiará a esposa, Ivonete (ainda no PSB), para a Câmara de Campina Grande. Nabor Wanderley apoiará a sogra, Francisca Motta (PMDB), para a reeleição na Prefeitura Patos. Da mesma forma, Camila Toscano apoiará o pai, Zenóbio Toscano (PSDB), em Guarabira.

Renato Gadelha apoiará a reeleição do primo, André Gadelha (PMDB), para prefeito de Sousa, e do sobrinho, Lafayete Gadelha (PT), para vereador. Branco Mendes apoiara a esposa, Gorete Mendes (PEN), que também terá o apoio do sobrinho, Renato Mendes.

 

Leia mais no jornal Correio da Paraíba

Relacionadas