quinta, 24 de maio de 2018
Eleições
Compartilhar:

TRE lança nova versão do Pardal para eleitores denunciarem crimes

Adriana Rodrigues / 26 de agosto de 2016
Foto: Infográfico
O Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PB) lançou ontem, à tarde, o aplicativo móvel Pardal para auxiliar no combate à corrupção eleitoral e receber denúncias de irregularidades na disputa eleitoral deste ano via celular e tabletes.  Por meio da ferramenta, que pode ser baixada gratuitamente nas lojas on-line para dispositivos móveis, o cidadão terá uma linha direta com a Justiça Eleitoral e poderá informar crimes nas campanhas eleitorais em seus municípios em tempo real.

O lançamento foi feito pelo presidente do TRE-PB, desembargador José Aurélio da Cruz, com a participação dos membros da corte, autoridades, advogados militantes da Justiça Eleitoral e demais convidados, dentre eles o presidente do Tribunal de Justiça da Paraíba, desembargador Marcos Cavalcanti; o presidente da OAB-PB, Paulo Maia, o subprocurador-geral de Justiça, Valberto Lira e o empresário Roberto Cavalcanti.

Com o Pardal é possível enviar fotos, vídeos e relatos de ações que o cidadão considere irregular, por parte de partidos, cabos eleitorais e candidatos que estão na disputa deste ano. No sistema, as possibilidades de denúncia estão divididas em: propaganda eleitoral, compra de votos, uso da máquina pública, crimes eleitorais, doações e gastos eleitorais, entre outros.

População de fiscais

Uma pessoa que avistar um outdoor de candidato – forma de propaganda proibida pela legislação eleitoral – poderá tirar uma foto da peça e enviar com rapidez, por meio do Pardal. A denúncia será recebida no TRE-PB, por meio da Ouvidoria, e encaminhada, após análise preliminar, ao Ministério Público Eleitoral responsável pelo município onde ocorreu o fato para avaliar se deve ser instaurado um procedimento investigatório ou o ajuizamento da medida judicial cabível. O objetivo é facilitar a fiscalização por parte da população, que antes esbarra na burocracia e nas exigências documentais para agir, de prática de irregularidades nas campanhas eleitorais.

José Aurélio falou da importância do Pardal, como sistema de denúncia via smartphones android e IOS, que foi desenvolvido pelo TRE-PB em parceria com o TRE do Espírito Santo, e será utilizado em todo País. Ele explicou que o aplicativo foi utilizado nas eleições de 2014 pelo TRE-ES apenas na plataforma android, mas a equipe de técnicos do TRE-PB aperfeiçoou o aplicativo para utilização também para IOS, que é o sistema operacional da marca Apple, do Iphone.

Já procurador regional eleitoral da Paraíba, João Bernardo da Silva, destacou a facilidade e comodidade do aplicativo para o cidadão, que poderá fazer sua denuncia de maneira mais eficaz e mais rápida. “Além de mais comodidade e rapidez, ele terá também um retorno da denúncia, que poderá ser formulada de onde ele estiver, por meio do celular”, comentou o procurador.

O empresário Roberto Cavalcanti também destacou a importância da iniciativa do TRE-PB, que terá total incentivo do Sistema Correio de Comunicação, para estimular à população a fazer uso aplicativo para atuar como fiscal das campanhas eleitorais e contribuir para realização de eleições limpas.

Relacionadas