domingo, 18 de fevereiro de 2018
Eleições
Compartilhar:

Número de representações cai 80% nas eleições deste ano

Adriana Rodrigues / 21 de setembro de 2016
Foto: Mislene Santos
 

O juiz José Ferreira Ramos Júnior, da 1ª Zona Eleitoral e responsável pela propaganda de mídia de João Pessoa, se reuniu nesta quarta-feira (21), com os advogados dos partidos e coligações que estão na disputa pela Prefeitura da Capital e representantes do Ministério Público Eleitoral. Na oportunidade conseguiu celebrar mais um acordo para evitar a judicialização da campanha eleitoral, que conforme dados apresentados pele magistrado, que apontam que das eleições de 2008 para as deste ano houve uma redução de 80% no número de representações.

Neste penúltimo encontro antes do primeiro turno das eleições, que ocorreu no Fórum Eleitoral, o juiz sugeriu aos advogados para reunirem em uma mesma representação as demandas que tratam da mesma propaganda eleitoral considerada irregular. Segundo ele, essa medida vai impedir o ajuizamento de várias ações tratando sobre o mesmo tema e, consequentemente reduzir a judicialização.

De acordo com o juiz, essas reuniões, que ocorrem nas quartas-feiras, têm o objetivo de tirar dúvidas, debater acerca da propaganda eleitoral e evitar a judicialização exagerada.

“Os resultados tem sido excelentes. Para se ter uma ideia, logo na primeira reunião, 26 representações foram arquivadas, após acordo celebrado entre os partidos e homologado por mim. Outro dado importante: comparando com as eleições para prefeito anteriores, essa eleição, até agora, foi a menos judicializada", afirmou o magistrado.

Conforme os dados apresentados pelo juiz José Ferreira Ramos Júnior, em 2008 houve mais de 400 representações. Em 2012, foram cerca de 380 representações e nesta eleição apenas 83 representações foram ajuizadas até ontem à tarde.

 

"A redução do número de representações em relação aos pleitos municipais anteriores deve-se a interação de advogados e representantes dos partidos e coligações com a Justiça Eleitoral, através de reuniões semanais, classificadas como Círculos de Diálogos”- José Ferreira Ramos Júnior – juiz coordenador da propaganda de Mídia em João Pessoa.

 

Relacionadas