sexta, 25 de maio de 2018
Eleições
Compartilhar:

Juíza proíbe impressão de gato em camiseta de candidato em Guarabira

Adriana Rodrigues / 30 de agosto de 2016
Foto: Infográfico Correio
 

A juíza eleitoral da 10ª zona eleitoral, Hígia Antônia Porto Barreto, concedeu liminar em uma representação, com pedido de liminar, da coligação Guarabira Cidade do Bem, encabeçada por Fátima Paulino (PMDB), contra o prefeito Zenóbio Toscano (PSDB), candidato a reeleição pela coligação “Pela Vitória do Trabalho”, e o candidato a vice, Marcos Diogo Lima (PSDB), para que eles se abstenham de promover o serviço de impressão gráfica com a imagem de um gato preto ou qualquer outra que configure propaganda irregular em camisetas amarela.

Na liminar concedida à coligação peemedebista, a magistrada também determinou a expedição de mandado de busca e apreensão de eventuais camisas existentes na sede do comitê dos candidatos tucanos que contenha a impressão vedada.

Os argumentos apresentados pelo coordenador da campanha da candidata Fátima Paulino, o advogado Manolys Passerat de Silans, é que os candatos tucanos vinham convidando eleitores para que levassem suas camisas ao comitê para imprimir serigrafia com a imagem do gato preto, símbolo do candidato a prefeito.  “Além de se configurar propaganda vedada, também se caracteriza como oferta de vantagem ao eleitor e captação ilícita de votos”, argumentou o advogado, no pedido, acolhido pela magistrada.

Relacionadas