segunda, 18 de junho de 2018
Eleições
Compartilhar:

Eventos de campanha devem ser agendados em João Pessoa

Adriana Rodrigues / 19 de agosto de 2016
Os eventos da propaganda eleitoral nas ruas de João Pessoa terão que ser agendados no cartório da 76ª Zona Eleitoral em até 48 horas de antecedência, com informações detalhadas da atividade, horário da realização e percurso, para que a Justiça Eleitoral possa adotar as medidas de segurança, controle, fiscalização e evitar o choque de atividades.

Essa foi uma das deliberações da primeira reunião entre a juíza Agamenilde Dias Arruda, coordenadora da propaganda de rua na Capital e da promotora Sônia de Paula Maia, titulares da 76ª Zona Eleitoral com candidatos, partidos e coligações para disciplinar as atividades na Capital.

As duas disseram que espera bom senso e respeito à legislação eleitoral durante a disputa eleitoral, que começou oficialmente na última terça-feira, e que todos estão cientes do que pode e não pode ser realizado no período destinado à campanha eleitoral.

As planilhas com a relação dos eventos devem ser enviadas até às 14h, inclusive com as pendências que já existem em alguns eventos, como revelou a juíza, que foram comunicados sem informação do percurso e horário de encerramento.

Também ficou acertado que os candidatos poderão utilizar material diferenciado em seu comitê central, observando o tamanho de 2x2 metros, em formato que não assemelhe ou gere efeito de outdoor, conforme resolução  TSE e que a bandeira deve obedecer ao tamanho padrão de 1,30x0,90.

A juíza negou restrição a qualquer tipo de propaganda. “O que está na legislação está permitido, desde que se promova essa aproximação dos candidatos e o eleitor, dentro dos parâmetros éticos e legais da reforma eleitoral”, comentou.

Segundo a juíza, há a disponibilidade dos candidatos, coligações e partidos elaborar uma e apresentar programação de carreatas, para que a Justiça Eleitoral possa administrar de forma que não causem transtorno à mobilidade urbana.

Relacionadas