quinta, 21 de junho de 2018
Eleições
Compartilhar:

Candidatos recorrem contra impugnações e mantêm ‘bloco na rua’

Mislene Santos / 06 de setembro de 2016
Foto: Ilustração/Correio
Os candidatos a prefeito, vice e vereador que tiverem os pedidos de registro de candidaturas indeferidos, pelos juízes eleitorais, podem continuar com o bloco na rua sem o menor problema.  É que eles ainda podem recorrer da decisão em várias instâncias e a sentença pode ser revertida em favor dos postulantes. Já os que não acreditam em uma reviravolta precisam ficar atentos ao prazo para desistência da candidatura.

A coordenadora de Registro de Informações Processuais do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), Aline Vilar, explicou que o candidato que tiver o pedido de registro indeferido na primeira instância (na Comarca) terá três dias, após a publicação da sentença, para recorrer ao TRE. “Quem entrar com o recurso terá seu nome nas urnas e poderá ser votado”, afirmou.

Aline disse, ainda, que os recursos devem ser julgados até  o final deste mês. “Quem tiver o recurso desprovido (negado) ainda pode recorrer, no prazo de três dias também, ao TSE. Sendo desprovido lá também, os votos recebidos por este candidato não serão computados. Então, é por isso, que as pessoas nessa situação não estão fora da disputa”, ressaltou Aline Vilar.

Até esta tarde, o TRE já recebeu mais de 50 recursos dos mais de 220 registros indeferidos.  “Como a citação para esses casos não é pessoal e sim por publicação, é importante que os candidatos fiquem atentos, pois o prazo é de apenas três dias e quem não recorrer não poderá mais concorre ao cargo pretendido.

Walter Brito vai recorrer

O candidato a prefeito de Campina Grande, Walter Brito Neto (PEN), disse que entrará com recurso para tentar regularizar a sua situação perante a Justiça Eleitoral. Ele foi barrado por erros na prestação de contas de 2014, quando foi candidato a deputado federal, e por multa por propaganda irregular.

“Não vou tirar o bloco da rua, porque vamos conseguir reverter essa situação facilmente. Meus advogados já estão preparando o recurso e tenho certeza que esta situação não afetará em nada a nossa campanha”, disse Walter Brito.

Prazo substituição

O prazo estabelecido pela Justiça Eleitoral para substituição de candidaturas da chapa majoritária e proporcional se encerra na próxima segunda-feira (12).  Nesse caso a mudança pesa mais para os candidatos a prefeito que anteriormente podiam substituir a candidatura até 24h antes da eleição. “Isso induzia o eleitora a erro, porque os dados na urna continuavam do candidato substituído e agora, com esse prazo de 20 dias o TRE consegue as informações que vão aparecer na urna eletrônica ”, destacou Aline Vilar. Ela informou que as inseminações dos dados dos candidatos será  iniciada no dia 14.

Relacionadas