segunda, 19 de fevereiro de 2018
Política
Compartilhar:

Câmara de João Pessoa declara guerra ao esvaziamento durante as eleições

Mislene Santos / 03 de agosto de 2016
Foto: Mislene Santos
O presidente da Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), Durval Ferreira (PP), disse nesta quarta-feira (03), que convocará uma reunião com todos os vereadores, na próxima semana (quarta ou quinta-feira), para definir o ritmo de trabalho durante o período eleitoral.  O objetivo é o de tentar evitar que haja prejuízos na apreciação dos projetos em tramitação e que a Casa não se transforme em um palanque político de acusações mútuas.

“Nós queremos traçar uma pauta até as eleições, porque não queremos que tenha sessões declaratórias e também que o plenário fique tão esvaziado”, disse Durval Ferreira e complementou. “Nós sabemos que tem várias tendências políticas na Casa hoje e que as discussões políticas tem que existir, mas que os debatem não atinjam a honra pessoal de quem quer que seja”.

Com relação ao corte de ponto dos vereadores faltosos, Durval Ferreira disse que esse assunto também será discutido durante a reunião com os vereadores. “Depois da reunião é que nós vamos definir esta questão”, declarou o parlamentar. Ele disse, ainda, que não vê a necessidade da redução dos dias de sessão durante o período eleitoral. “Até agora não pensamos nisso, apesar de outras casas legislativas terem feito. Agora, todas essas questões serão discutidas durante a reunião da próxima semana”, ressaltou.

Convenção do PP

Durval Ferreira, que também é presidente do PP de João Pessoa,  afirmou que a convenção da legenda na Capital será realizada nesta quinta-feira (03), às 14h, na CMJP. Segundo ele, durante a convenção o partido ratificará o apoio ao projeto de reeleição do prefeito Luciano Cartaxo (PSD). “Em momento nenhum nós falamos que iríamos deixar de apoiá-lo. O PP é parceiro do prefeito desde a primeira hora da eleição de 2012”, disse.

Proporcional

De acordo com Durval Ferreira, o PP se coligará com o SD na chapa proporcional. Juntas, as duas legendas lançarão 41 candidatos a vereador, sendo 12 mulheres e 29 homens.  “A nossa expectativa é de que consigamos eleger cinco vereadores”, arrematou o vereador.

 

Relacionadas