domingo, 20 de maio de 2018
Perigo
Compartilhar:

Chuva faz cratera em Mangabeira e moradores sinalizam com cones

Aline Martins / 01 de Maio de 2018
Foto: Assuero Lima
Quase uma tragédia. Uma motociclista não viu o buraco, caiu e quase foi atropelada por um veículo no último domingo, no principal corredor do bairro de Mangabeira, em João Pessoa, a Avenida Josefa Taveira. Comerciantes e moradores da área reclamam que o problema se formou por contas das chuvas há mais de duas semanas e nada foi resolvido. Para evitar acidentes, a população sinalizou com cones e até com uma escada até que o conserto seja efetuado.

Por conta do buraco, os veículos precisam invadir a faixa exclusiva para ônibus ou o trecho contrário para poder trafegar. A vendedora Cristiane Lima trabalha na Avenida Josefa Taveira, em frente ao buraco, que fica nas proximidades com a Rua Severino Antônio de Sousa. “Um dia desses, um colega da gente colocou a bicicleta dele para evitar dizer que tinha um buraco e ninguém se machucar”, revelou.

Em horários de pico, um congestionamento se forma. “Tem hora que a gente só observa a dificuldade que é os carros passarem aqui por conta desse buraco”, frisou o comerciante Lesimiel Sales. Ele comentou ainda que a tendência que aumente devido às chuvas que estão acontecendo na cidade. A Secretaria de Infraestrutura da Capital (Seinfra) informou para que seja realizada uma vistoria técnica no local, é necessário que a população faça a solicitação por meio dos canais da Prefeitura.

Sem solução

Quinze dias após a publicação de uma reportagem do Correio da Paraíba sobre a cratera no cruzamento das avenidas Sinésio Guimarães com Caetano Filgueiras, no bairro da Torre, em João Pessoa, a situação continua do mesmo jeito. No entanto, por conta das chuvas, o buraco está se tornando mais fundo e provocando mais risco para a população.

Conforme a Seinfra, o problema no cruzamento é provocado por uma galeria pluvial e a manutenção, segundo o órgão, não foi iniciada por conta das chuvas que caíram nos últimos dias. Após iniciado o serviço a previsão inicial para conclusão dos serviços é de 30 dias úteis.

Relacionadas