domingo, 19 de novembro de 2017
Geral
Compartilhar:

Vai chover, se Deus quiser: agricultor renova esperança

Francisco José , Renata Fabrício e Aline Martins / 19 de março de 2016
Foto: Chico Martins
Os agricultores renovam este ano a expectativa de boas chuvas, a partir de hoje, dia consagrado a São José, o padroeiro dos nordestinos. De acordo com a tradição, se chover no dia do santo, a quadra será chuvosa (de março a abril), assegurando o plantio de feijão e milho, este o principal produto agrícola para as festividades de Santo Antônio, São João e São Pedro, festejados no mês de junho.

Sebastião Cavalcante, 57, morador da zona rural de Lagoa Seca, disse esperar pelas chuvas de hoje, para plantar. “Primeiro o milho, depois o feijão. Se Deus quiser, vamos ter mais chuva, porque, as poucas que caíram no início do ano já ajudaram bastante”, disse.

Para José dos Santos, 33, já é tradição plantar milho no dia de São José para colher na véspera de São João. “Pelas previsões, a gente deve esperar boas chuvas nos próximos meses”, disse, esperançoso.

Nelson Ferreira dos Santos, presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Lagoa Seca, também manifestou esperança, mas está preocupado com o prognóstico. “As chuvas ainda estão abaixo da média neste ano, que tem características de uma nova seca”, falou.

No caso específico de Lagoa Seca, ele observou que o município é sempre banhado por chuvas de janeiro a abril; e de junho a agosto, favorecendo, sobretudo, o cultivo de frutas e de hortigranjeiros. A produção de feijão e milho em 2015 foi abaixo da média de 10 a 15 sacas do produto por hectare.

O que diz a Aesa

Nem seca completa, nem água em abundância. Para a Agência Executiva de Gestão das Águas (Aesa), 2016 será um ano com volume de chuvas próximo à média histórica. “No Cariri e Sertão, há um quadro de melhoria atmosférica. É um ano de regularidade, não de extremos, mas de chuvas dentro da média”, disse Alexandre Magno, meteorologista Agência Estadual de Gestão das Águas (Aesa). Agreste, Brejo e Cariri ainda não têm previsões para o inverno.

Hoje é o último dia deste verão

Acaba hoje o verão e, apesar da previsão de chuvas em algumas áreas do Estado, as temperaturas devem continuar altas, segundo informou o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). O outono começa a partir de 1h30 e termina dia 20 de junho, no hemisfério sul da terra. Mesmo com essas características, a população só começará a sentir a mudança a partir do mês de maio, quando deve cair 1.5ºC, até o final da estação. Enquanto isso vai ser necessário aguentar esse “calorão”.

Em todas as regiões do Estado devem ocorrer chuvas isoladas no dia de hoje. As temperaturas mínimas variam de 21 a 24º C e as máximas, de 30 a 33ºC. O meteorologista do Inmet Ednaldo Correia de Araújo comentou que, na região Nordeste, em especial na Paraíba, os principais sistemas meteorológicos que influenciam na ocorrência de chuvas é a ZCIT (zona de convergência intertropical) e Perturbações, Distúrbios ou Ondas de Leste.

O Outono, estação de transição entre verão e inverno, tem como principal característica a redução gradativa da luz solar durante o dia, sendo assim, os dias e as noites têm a mesma duração. Isso ocorre com o ápice do equinócio – fenômeno que determina a mesma duração do dia e da noite, e os hemisférios norte e sul recebem a mesma intensidade solar, ou seja, seja igualmente iluminada.

Relacionadas