quinta, 20 de setembro de 2018
Geral
Compartilhar:

Sindicato denuncia atraso e falta de pagamento de salários em Santa Rita

Rammom Monte / 29 de junho de 2016
Foto: Divulgação
Imagine você trabalhar um mês inteiro e na hora de receber o salário ele não chegar. É o que está acontecendo no município de Santa Rita, na Grande João Pessoa. Várias categorias trabalhistas estão recebendo seus pagamentos com atraso de até dois meses e, em alguns casos, os trabalhadores estão enfrentando graves problemas financeiros provocados por esses atrasos.

Quem garante é o presidente em exercício do Sindicato dos Funcionários Públicos do Município de Santa Rita, Carlos Antônio. Segundo Carlos, desde fevereiro que os trabalhadores estão recebendo os vencimentos sempre no fim do mês seguinte.

“Em fevereiro, o pessoal só veio receber no dia 22 de março, com atraso de 14 dias. Em março só recebeu em 29 de abril, o de abril só receberam dia 17 de maio. O salário de maio só veio no dia 21 de junho e teve gente que ainda nem recebeu”, afirmou.

De acordo com Carlos, várias categorias estão nesta situação, como motoristas, vigilantes, agentes de trânsito. Segundo ele, a prefeitura do município alega que os atrasos se devem por falta de recursos.

“Eles dizem que não têm dinheiro, mas temos dados que mostram que a prefeitura não teve queda de arrecadação. Isso que eles falam não nos convence, a gente tem os dados”, disse.

Segundo ele, pelo menos 300 vigilantes estão nesta situação. Alguns, inclusive, estão passando por sérios problemas financeiros, com dificuldades até para comprar alimentos.

Professores com dinheiro a receber

Não são só as categorias citadas acima que estão com problemas para receber os salários oriundos da prefeitura de Santa Rita. De acordo com Carlos, os professores concursados do município só receberam metade dos seus vencimentos no mês de dezembro e até hoje não receberam o restante.

Carlos disse ainda que o sindicato já acionou a Justiça e o Ministério Público, mas que até o momento nada foi resolvido.

A reportagem tentou por diversas vezes falar com a Prefeitura Municipal de Santa Rita, mas as ligações não foram atendidas.

Relacionadas