segunda, 25 de setembro de 2017
Geral
Compartilhar:

Procissão encerra Festa das Neves em João Pessoa e arcebispo cobra rigor contra bandidos

Ainoã Geminiano / 06 de agosto de 2015
Foto: Assuero Lima
Enquanto se preparava para conduzir a procissão de Nossa Senhora das Neves, no final da tarde de ontem, o arcebispo Dom Aldo Pagotto cobrou atitudes mais rigorosas contra os bandidos, como forma de frear a crescente violência que atinge a cidade de João Pessoa. Segundo ele, as autoridades não estariam impondo ordem, temendo aos Direitos Humanos, o que teria favorecido aos criminosos. Após atender aos jornalistas, Dom Aldo seguiu com os fiéis pelas principais ruas do Centro e, em seguida, celebrou a missa que encerrou a programação religiosa da Festa das Neves.

O arcebispo também criticou a mentalidade dos políticos locais, que segundo ele não convergem nas ações que são importantes para o povo. “Ainda temos alguns elementos politiqueiros que estragam nossa cidadania, como obras que são feitas por um e desfeitas por outro, parcerias que estão dando certo e são desfeitas por nada. Isso desanima o povo a colaborar e se sacrificar para colaborar com o desenvolvimento do Estado”, disse.

Após um momento de louvor, o cortejo com a imagem de Nossa Senhora das Neves saiu da Catedral Basílica por volta das 4h30, reunindo católicos com diversos propósitos. A dona de casa Olga Suely da Silva, participou pela primeira vez da procissão. “Vim agradecer uma bênção que prefiro não revelar, que recebi com apenas três meses depois que pedi a Nossa Senhora”, disse.

 

Leia matéria completa no Jornal Correio da Paraíba.

Relacionadas