domingo, 19 de novembro de 2017
Geral
Compartilhar:

Imagem de Iemanjá tem cabeça arrancada em JP e umbandistas denunciam intolerância

Hyldo Pereira / 21 de março de 2016
Foto: Divulgação
A estátua de Iemanjá - a divindade das águas para os umbandistas - foi alvo de vandalismo nesse domingo (20), em João Pessoa. A imagem instalava na praia de Cabo Branco, teve a cabeça arrancada por vândalos, mais uma vez. A imagem da estátua danificada foi divulgada nas redes sociais e provocou revoltada.

Fotos compartilhadas no facebook mostram a cabeça colocada no chão, ao lado da imagem de concreto, que tem cerca de 2,5 metros e mais de 20 anos. A divulgação das fotos foi feita pelo babalorixá, Alexandre de Osun, que encontrou a imagem depredada, quando foi entrar uma oferenda a Iemanjá.

“Quando chegamos na praia para entregar o presente a rainha do mar, nos deparamos com a imagem depredada. Isso foi um ato claro de intolerância religiosa com o povo de matriz africana. Não é a primeira que isso acontece. Essa atitude mostra que algumas pessoas na Capital ainda apresentam grande intolerância com a nossa religião”, lamentou o babalorixá.

Ao Portal Correio, o coordenador do Patrimônio Artístico e Cultural da Capital, Fernando Milanez Neto, lamentou o fato e confirmou que fará uma visita ao local ainda nesta segunda-feira (21) para avaliar a dimensão do dano a imagem. “Vamos fazer uma visita para analisar as condições da imagem. Essa não é a primeira que isso acontece. A Prefeitura fará a reforma o mais rápido possível. Dano ao patrimônio tem isso frequente”, disse.

Um boletim de ocorrência foi registrado na 2ª Delegacia Distrital, no Centro de João Pessoa, e a Polícia Civil vai investigar o ato de vandalismo.

Relacionadas