sexta, 22 de junho de 2018
Geral
Compartilhar:

Cientistas comprovam que zika causa microcefalia e lesões cerebrais graves

Redação Com agências / 14 de abril de 2016
Foto: Arquivo
O Centro de Controle de Doenças dos EUA (CDC, na sigla inglês) anunciou que seus cientistas chegaram à conclusão, “após cuidadosa revisão das evidências”, que o vírus da zika causa microcefalia e outros graves defeitos nos cérebros de bebês.

“Este estudo é um marco no surto de zika. Está claro agora que o vírus causa microcefalia”, disse Tom Frieden, diretor do CDC. Ele afirmou que novas pesquisas serão feitas para determinar se a microcefalia em bebês nascidos de mães infectadas com zika é apenas “a ponta do iceberg” nos possíveis efeitos lesivos para o cérebro.

“A descoberta de que o vírus do zika pode causar microcefalia e outros defeitos significa que uma mulher infectada com o zika durante a gravidez corre um risco maior de ter um bebê com esses problemas de saúde. Não significa, porém, que todas as mulheres que têm o vírus da zika durante a gravidez terão bebês com problemas”, explicou em comunicado o CDC, agência federal americana de combate e prevenção de doenças.

O comunicado ainda diz que a conclusão não foi baseada em “uma única evidência”, mas no volume de estudos recentes indicando a associação entre zika e microcefalia, má-formação cerebral que pode limitar seriamente o desenvolvimento do bebê.

“Estabelecer essa relação de causa entre zika e defeitos cerebrais em fetos é um importante passo para estimular mais esforços de prevenção com foco nas atividades de pesquisa”, afirma a agência americana. “Embora uma questão importante sobre causalidade tenha sido respondida, muitas outras continuam sem resposta”, diz o relatório divulgado pelo Centro de Controle de Doenças dos EUA.

Leia Mais

Relacionadas