domingo, 19 de novembro de 2017
Geral
Compartilhar:

Ato pró-Dilma reúne duas mil pessoas em JP, segundo estimativa da PM

André Gomes / 31 de março de 2016
Foto: Rafael Passos
 

Atos em apoio a presidente Dilma Rousseff (PT) e contra o processo de impeachment aconteceram, nesta quinta-feira (31), em 23 estados e no Distrito Federal. Na Paraíba, as manifestações aconteceram em três pontos do centro de João Pessoa e foram encerradas no Ponto de Cem Réis com apresentações musicais e discursos contra o que chamaram de ‘golpe’ à democracia. A Polícia Militar estimou um público de 2 mil pessoas e a organização, cerca de 15 mil.

Depois de apresentações musicais e de cantarem o hino nacional, os organizadores iniciaram os discursos pela defesa da democracia. O primeiro a falar foi o governador Ricardo Coutinho (PSB). O socialista disse que participou do evento de forma militante e não partidária. “A democracia está acima de qualquer partido. A mim interessa a causa”, disse.

Na ocasião, o governador pediu respeito a democracia e disse que é necessário se vencer a crise política antes de iniciar a recuperação da economia. “Temos uma crise política maior que a econômica. O problema é que quem perdeu a eleição não quer deixar a presidente governar. Temos que nesse momento pensar no Brasil”, destacou.

Para o presidente estadual do PT, Charliton Machado, a população tomou as ruas de todo o Brasil porque não concorda com o processo de impeachment contra a presidente Dilma sem que haja uma base legal. “Não vamos permitir esse golpe que querem dar no Brasil. Por isso vamos às ruas para dizer isso”, afirmou.

Os atos aconteceram nos estados de: AM, AL, BA, CE, ES, GO, MA, MS, MG, PB, PA, PE, PI, PR, RN, RR, RS, RJ, RO, SC, SE, SP, TO e no DF.

Relacionadas