domingo, 20 de maio de 2018
Esportes
Compartilhar:

Treze e Botafogo duelam no Amigão pela oitava rodada do certame

Amauri Aquino / 18 de Fevereiro de 2018
Foto: Nalva Figueiredo
Único invicto no Campeonato Estadual e no futebol paraibano em 2018, o Botafogo vive uma das melhores fases dos últimos anos, mas mesmo invicto, o Belo visita o rival Treze, hoje, no Amigão, às 19h, para manter a boa fase e voltar a vencer no Grupo A. Do outro o Galo, líder absoluto do Grupo B, quer acabar com a invencibilidade do inimigo e se garantir na 2ª Fase da disputa.

O time de Oliveira Canindé tem 14 pontos e uma vitória o coloca matematicamente, e na pior das hipóteses, garantido na briga por uma vaga na pré-semifinal. Porém, se o CSP não vencer o Campinense, no duelo do Almeidão, o Galo será o primeiro do Grupo e já nas semifinais, com todas as vantagens.

Como o momento na Maravilha do Contorno é positivo, o time de Leston quer acabar de vez com qualquer possibilidade de ficar fora do G-3. O time tem 13 pontos, mesma pontuação do Nacional, que ganha pelo número de vitórias, e apenas três pontos do líder, Campinense. Ou seja, para sair de Campina melhor posicionado na tabela, o técnico deverá modificar a equipe que entrou nos primeiros 45 minutos do confronto pela Copa do Nordeste.

Mas mesmo ficou o departamento médico do Botafogo, após o confronto diante da equipe do Altos pela Copa Nordeste. O goleiro Edson com uma lesão na coxa direita e o zagueiro André Santos, com o mesmo problema, foram submetidos a um exame de ressonância magnética para saber o grau da lesão. Com isso, os dois estão praticamente descartados para o confronto.

Se por um lado, Leston ganhou dois problemas indesejáveis, por outro, o comandante tem agora mais dois jogadores no plantel do atual campeão do estado. É que os recém-contratados, Mário Sérgio e Rogério tiveram os seus nomes divulgados no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF, e estão aptos para atuar. Por está melhor fisicamente, o volante tem mais chances de ser relacionado. Marlon e Humberto voltam após cumprir suspensão e podem pintar no banco de reservas.

Já o Treze teve uma semana tranquila de trabalho. Oliveira Canindé terá força máxima para o clássico, nenhum jogador da equipe está suspenso pelo terceiro cartão amarelo ou fora por conta de lesão. Com todo mundo à sua disposição, Canindé aproveitou para trabalhar jogada ensaiada e pra esconder o jogo, fechando os últimos treinos da equipe Alvinegra.

Relacionadas