sábado, 19 de agosto de 2017
Surf
Compartilhar:

Surfista transforma filhos em campeões depois de pedido feito no Dia dos Pais

Raniery Soares / 09 de agosto de 2015
Foto: Nalva Figueiredo
A cada ano, especialmente em dias como hoje, quando se comemora o Dia dos Pais, sempre surge uma dúvida: que presente comprar? Naturalmente, logo vem a ideia de produtos eletroeletrônicos, ferramentas, roupas e até perfumes. Mas e se o seu pai pedisse para você praticar um esporte em que ele já é atleta? Este foi o pedido do surfista Wagner Barros, que acabou inserindo no ‘mundo das pranchas’ os filhos Wlinik, Wendel, Yuri e até o pequeno Ícaro, que tem apenas quatro anos. Segundo ele, esta foi a forma de construir um elo cada vez mais forte com as suas joias raras.

Wendel Barros, hoje com 14 anos, conta que quando era criança junto com o irmão mais velho de 16, Wlinik, resolveram perguntar para o pai o que ele desejava ganhar no dia dedicado a ele. Segundo Wendel, o pedido foi, no mínimo, inusitado. “Perguntamos e pelo menos eu, nunca esperei que a resposta fosse ele pedir que eu e meu irmão aprendêssemos a surfar para acompanhá-lo no mar. Nós ficamos muito empolgados e com um pai fazendo um pedido desses, qual era o filho que iria negar?”, indagou.

Wagner justifica o presente pedido. Para ele, a influência da sua família paterna era para que os meninos trilhassem um caminho por outros esportes, como o futebol, por exemplo. “Meu pai chegou a comprar até chuteira para o mais velho, mas o surf já foi algo que passou pela genética e por isso eles nem pensaram duas vezes quando eu fiz esse pedido como presente do dia dos pais. Eu procurei uma forma de mantê-los perto de mim, praticando esportes, exatamente para fugir deste mundo que hoje nós vemos tantos jovens afundando”, disse.

Leia mais no Jornal Correio da Paraíba

Relacionadas