Acesso

Surf
Compartilhar:

Surfista mirim é enterrado na cidade de Cabedelo após ser vítima de AVC

Raniery Soares / 10 de agosto de 2015
Foto: Nalva Figueiredo
O surf paraibano ainda está de luto pela morte do pequeno surfista Ícaro Barros, de apenas quatro anos. Ele foi um dos personagens da matéria veiculada no Correio da Paraíba de ontem, que contou exatamente a história de como o pai Wagner Barros havia transformado os filhos em campeões no esporte, após um pedido feito há alguns anos, no Dia dos Pais. Ícaro, o filho mais novo, faleceu no sábado após sofrer um AVC e foi sepultado ontem, em Cabedelo.

LEIA MAIS: Surfista transforma filhos em campeões depois de pedido no dia dos pais

A Família Barros nos últimos anos se transformou em um ícone do surf, fato que chamou a atenção da editoria de Esportes do Correio. Há dez dias foi produzida a matéria veiculada ontem, contando um pouco sobre como o surf surgiu na família. Wagner, que também é pai de Wlinik, Wendel e Yuri, este atual campeão nordestino e brasileiro nas categorias sub-8 e sub-10, acabou perdendo o seu filho mais novo às vésperas de uma das datas mais importantes da sua vida.

A Federação Paraibana de Surf (FPBSurf) declarou através de nota, que adiará para setembro a primeira etapa do Campeonato Estadual. Neste sábado, o Circuito Surf Escola fará uma homenagem ao pequeno Ícaro, que além de ser atleta da categoria Kids, também era considerado o ‘mascote’ da competição.

Relacionadas