quarta, 20 de junho de 2018
Futebol
Compartilhar:

Treze não aceita julgamento e quer disputa no tapetão

Franco Ferreira / 11 de maio de 2016
Foto: Arquivo
A reunião do Tribunal Pleno de Futebol da Paraíba que julgará o mandado de garantia do Treze contra a Federação Paraibana de Futebol e Campinense, está marcada para hoje, às 18h30, na seda FPF. Mas, a advogado do Treze, Michelle Ramalho, afirma que qualquer que seja o resultado não terá validade. Ela justifica sua alegação, com base no artigo 25 do CBJD que, “compete ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), processar e julgar, originalmente, os mandados de garantia contra atos dos poderes das entidades nacionais de administração do desporto e outras autoridades desportivas”.

Michelle Ramalho defende o Treze, requerendo a inclusão do time nas disputas da fase semifinal do Campeonato Paraibano por parte da Federação Paraibana de Futebol.

O diretor jurídico da FPF, Marcos Souto Maior Filho, que faz defensa o Campinense, garante ter o argumento jurídico para garantir o direito do clube rubro-negro. “Nós temos o total direito de contestar a ação do Treze que está causando prejuízo a Federação. A determinação do presidente é que busquemos todos os recursos para restabelecer o Campeonato Paraibano”.

Leia Mais

Relacionadas