terça, 12 de dezembro de 2017
Serrano
Compartilhar:

Alexandre Duarte aceita desafio de atuar como preparador físico do Grêmio Serrano

Franco Ferreira / 17 de outubro de 2017
Foto: Jefinho Cariri/Cortesia
Alexandre Duarte - Jefinho Cariri Fotografias
Com um histórico de conquistas e passagens pelos principais clubes da Paraíba, o preparador físico Alexandre Duarte volta ao futebol paraibano, agora fazendo parte da comissão técnica do Grêmio Serrano.

Agora sua meta é trabalhar ao lado do técnico Suélio Lacerda em um clube bastante modesto, que ainda não conquistou títulos e tem como principal objetivo, apenas se manter na Primeira Divisão. Alexandre reconhece estes limites, mesmo acreditando que o elenco que está sendo formado pode buscar as primeiras colocações no Paraibano.

Segundo ele, mesmo com propostas de outros clubes, a sua opção por um clube de Campina Grande levou em consideração a proximidade com a família.

“Neste momento não estou pensando em retorno financeiro. Até recebi proposta do Ferroviário-CE e do Horizonte-CE, mas prefiro ficar perto de minha família. Meu pai (Zé Nilton) está alzheimer e tenho uma filha de sete anos (Maria Eli) e resolvi trabalhar na Paraíba”, disse Alexandre Duarte que perdeu a esposa a quase dois anos e vai casar no final do ano.

Em 15 anos de futebol foram oito títulos, sendo sete no Campeonato Paraibano e um no na Série D do Campeonato Brasileiro. A primeira conquista no Estadual foi em 2003, quando era preparador físico do Botafogo. Depois voltou a ser campeão em 2009, desta vez pelo Sousa.

Alexandre ainda obteve três conquistas durante a sua passagem pelo Treze. Em 2009, na Copa Paraíba e um bicampeonato estadual em 2010/2011. O feito de ganhar dois títulos consecutivos no futebol paraibano veio acontecer novamente em 2013/2014, já defendendo o Botafogo. Ainda em 2013, Duarte integrou a comissão técnica comandada pelo técnico Marcelo Vilar, que deu ao Belo o título de campeão brasileiro da Série D. Ele ainda trabalhou em outros times da Paraíba, como Atlético e Paraíba de Cajazeiras, além do Nacional de Patos.

Entre os treinadores que ele fez parceira estão Marcelo Vilar, Reginaldo Sousa e Jorge Luis, além do próprio Suélio Lacerda. Ele ainda chegou assumir o Paraíba como treinador, mas preferiu continuar como preparador físico.

Fora da Paraíba, Duarte passou pelo São Gonçalo-RN, Sergipe-SE, Ypiranga-PE e ASA-AL. Alexandre ainda atuou como preparador físico no futsal, trabalhando em países como Itália e França.

Relacionadas