quinta, 24 de maio de 2018
Futebol
Compartilhar:

Mudança no campo não agrada e Sousa quer jogos no Marizão

Franco Ferreira / 07 de junho de 2016
Foto: Divulgação
O presidente do Sousa, Aldeone Abrantes está ameaçando entrar com mandado de garantia junto ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva com o objetivo dos jogos do Sousa pela Série D do Campeonato Brasileiro serem disputados no estádio Marizão. É que, a CBF vetou aquela praça de esportes adotando o Amigão como sede do Sousa no Brasileiro.

O argumento da CBF dá conta que, os laudos técnicos do estádio Marizão não atendem os requisitos exigidos para a segurança de jogos oficiais. O dirigente do Sousa questiona esta posição da CBF, alegando que os jogos do Campeonato Paraibano foram disputados no Marizão sem problema.

“O que me estranha muito é que o Sousa não ter sido comunicado que não teria seus jogos no Marizão. Tá correndo o risco do Sousa entrar com mandato de garantia no Superior Tribunal de Justiça Desportiva”. Nenhum estádio do Brasil que irá ser utilizado na Série D passou por vistoria. Os laudos são os mesmos do início do ano. Não sei por que, a CBF vetou o estádio Marizão para esta competição”.

“Para prevenir mantive contato com o Valberto Lira, coordenador de segurança dos Estádios de futebol da Paraíba e ele disse que os laudos existem e que o Sousa ficasse tranquilo. Ele pediu documento ao major da Polícia Militar de Sousa e foi enviado na quinta-feira”, enfatizou.

Segundo Aldeone Abrantes, a Federação tem condição de resolver, certo que, a CBF vai rever este caso e remarcar os jogos do Sousa para o estádio Marizão. Ele reclama que o Sousa, como visitante, vai atuar em estádios piores que o Marizão. “Vamos jogar em Jacobina, Paulista e Ceará-Mirim”.

Relacionadas