terça, 20 de fevereiro de 2018
Futebol
Compartilhar:

Mesmo jogando fora de casa, Schülle escala Botafogo no ataque

Raniery Soares / 24 de junho de 2016
Foto: Rafael Passos/Arquivo
Usando o ditado que “em time que ganha, não se mexe”, o Botafogo não deve ter mudanças consideráveis para a partida contra o América. Mesmo comandado na última partida pelo auxiliar Lucas Isotton, a escalação foi feita pelo técnico Itamar Schülle, que ousou e resolveu colocar em campo um esquema com três atacantes.

Dono da segunda pior defesa do Grupo A, o América usará todas as forças tão somente na tentativa de defender o seu gol e com isso, as chances do Belo conseguir um resultado positivo são mais prováveis. O time potiguar marcou cinco gols e sofreu nove, média que só não é pior do que a do Confiança (SE), que tomou 11 e por outro lado só fez quatro.

A importância do jogo contra o Mecão também tem um outro motivo: será a primeira partida numa sequência de duas partidas fora de casa, onde além de Natal, o Bota vai até Aracaju enfrentar o Confiança. Na avaliação feita no jogo passado, o auxiliar Lucas Isotton garantiu que até agora o time tem conquistado os objetivos traçados pela comissão técnica.

“Estimávamos esta quantidade de pontos para estas primeiras rodadas. Agora, colocaremos uma nova meta, já que teremos três jogos fora de casa e apenas um em João Pessoa, fechando este primeiro momento da competição. O time está vivendo uma crescente, pois estamos colados com o Fortaleza na liderança e o objetivo é sempre brigar por vitórias, mantendo o patamar em que estamos atualmente na Série C”, comentou.

O técnico Itamar Schülle comandou um treino coletivo ontem, no Almeidão, com os portões fechados para a imprensa. Hoje fará apenas um recreativo, no CT da Maravilha do Contorno e logo depois o time seguirá viagem para Natal, entrando em regime de concentração para o jogo.

Relacionadas