quinta, 19 de outubro de 2017
Campeonato Paraibano
Compartilhar:

Amadeu e presidentes do Nordeste vão à CBF pedir campeonatos maiores

Franco Ferreira / 12 de outubro de 2017
Foto: Divulgação/FPF
A Federação Paraibana de Futebol (FPF) pode adiar a reunião do Conselho Arbitral que continuará as discussões em torno do Paraibano 2018, marcada para a próxima segunda-feira. Esta possibilidade está sendo motivada, devido ao encontro de presidentes de federações do Nordeste com a CBF no próximo dia 19, visando para retardar o início das Séries C e D do próximo ano.

A proposta, segundo o presidente Amadeu Rodrigues, é começar a terceira e quarta divisões do campeonato nacional apenas no mês de maio, já que as duas competições não serão paralisadas durante a Copa do Mundo.

Pelo calendário do futebol brasileiro, a Série C começará no dia 15 de abril, com a participação do Botafogo como representante paraibano, enquanto que a Série D terá início uma semana depois, com as participações de Treze e Campinense.

Caso o encontro seja confirmado, a reunião do Conselho Arbitral na FPF será adiada remarcada para dia 23. A ideia de Amadeu também é ter uma posição definitiva da entidade nacional para que a Paraíba tenha condições de determinar o início e termino exatos da competição estadual.

Sem apoio da maioria dos clubes para diminuir o número de datas para realizar o Campeonato Paraibano, o presidente Amadeu Rodrigues, espera sensibilizar a diretoria da CBF, para esticar a competição estadual, saindo das 13 datas para 18 rodadas. “Com isso iremos atender aos clubes. Mas, a CBD precisa transferir o início das Séries C e D, que terão tempo suficiente para serem concluídas”, disse Amadeu Rodrigues.

Mas, independente da alteração no calendário da CBF, as federações que não têm clubes nas Séries A e B do Campeonato Brasileiro poderão começar suas competições antes do prazo determinado, como manda Regulamento Geral de Competições (RGC).

O artigo 110 fixa que “é obrigatória a observância do Calendário Nacional, sendo facultado aos clubes disputantes das Séries C e D do Campeonato Brasileiro atuar em competições oficiais, em período anterior ao inicio da temporada, desde que respeitadas as férias dos profissionais e o período de pré-temporada”.

Na primeira reunião do Conselho Arbitral, realizada na semana passada, os dirigentes dos clubes paraibanos apontaram algumas fórmulas de disputas, entre elas, a permanência do regulamento utilizado em 2017. Além disso, foi apresentada uma fórmula com os times divididos em dois grupos. Outro modelo seria com pontos corridos, em jogos de ida e volta.

Apenas o Botafogo defende os times divididos em grupos, se classificando os dois primeiros de cada para a formação de um hexagonal e depois um quadrangular. Por outro lado Treze, Campinense, Sousa, Atlético, Nacional de Patos, Desportiva Guarabira, Serrano, CSP e Auto Esporte não aprovam esta fórmula.

Relacionadas