quarta, 26 de setembro de 2018
Campeonato Paraibano
Compartilhar:

Mesmo perdendo para o Belo, Campinense é bicampeão paraibano

Raniery Soares / 16 de junho de 2016
Foto: Raniery Soares
Campeão. Qualquer outra palavra não consegue traduzir o sentimento que o Campinense está carregando, após mesmo perdendo por 1 a 0 para o Botafogo, conseguiu ser pelo segundo ano consecutivo, o dono do maior título do futebol paraibano. A finalíssima aconteceu ontem no Estádio Amigão, em Campina Grande.

Veja em cima do lance todos os detalhes da partida, na narração do Tempo Real

A Raposa soube administrar o resultado, já que por ter vencido o primeiro jogo da final por 3 a 2, no Almeidão, poderia perder por até um gol de diferença. Por outro lado, o Botafogo se mostrou a todo tempo um time aguerrido, ofensivo e dando fortes sinais de que queria voltar para João Pessoa com o troféu de campeão.

Os sinais do que o Belo queria já começaram nos primeiros minutos de jogo. Não é à toa que o time abriu o placar aos 18 minutos do primeiro tempo. O lateral-esquerdo Jerfferson Recife foi até a linha de fundo, fez o cruzamento e o atacante Danielzinho soube aproveitar bem o espaço, dominou a bola e chutou forte para marcar. Festa nas arquibancadas e também no banco de reservas do Bota, com muita vibração do técnico Itamar Schülle.

O que marcou mesmo o segundo tempo foi uma tremenda confusão. O lateral-direito Ângelo vinha numa jogada e se desequilibrou. Para não cair, o jogador acabou tentando se segurar no técnico do Campinense, Francisco Diá, que foi ao chão. Os atletas do banco de reservas da Raposa partiram para cima e os do Belo também não ficaram para trás. O árbitro Pablo Alves acabou expulsando o zagueiro Marcelo Xavier e o atacante Danielzinho, pelo Botafogo, além de Fernando Pires e Danilo, do lado raposeiro.

Problema nos números

Nas contas do Campinense, este é o título de número 21 na história do clube. Porém, a Federação Paraibana de Futebol conta como sendo o 20º. A briga é fruto da confusão gerada pelo Campeonato Estadual do ano de 1975, onde a FPF não reconhece a Raposa como time campeão do referido ano.

Vida que segue

Nada de comemoração. A delegação do Campinense seguiu novamente para a concentração e hoje fará a sua reapresentação, visando o jogo contra o Sergipe. A partida permanece no sábado, às 16h, no Estádio Amigão, pois a diretoria não conseguiu adiar para o domingo.

Já o Botafogo, também tem um compromisso no fim de semana, só que pela Série C. O adversário será o River (PI) e a partida acontecerá no Almeidão, às 16h.

Relacionadas