quinta, 19 de outubro de 2017
Esportes
Compartilhar:

Filhas se inspiram no pai e faturam títulos no Jiu-jistu

Allan Hebert / 18 de junho de 2017
Foto: Rafael Passos
O esporte está mesmo no DNA da família Salles. Inspiradas no pai Renato, lutador de jiu-jitsu há quase uma década, as  irmãs Maria Eduarda e Renata, de 16 e 13 anos, respectivamente, iniciaram os treinamentos na modalidade há pouco mais de três anos, mas já representam a Paraíba no cenário regional e nacional com muitas conquistas.

Mesmo com o pouco tempo no esporte, o número de conquistas das irmãs impressiona. Maria Eduarda, a mais velha, que é faixa azul, foi campeã brasileira ano passado e vice outras duas vezes (2015 e 2017) na categoria Infanto-Juvenil 2. Além disso, é pentacampeã nordestina, tricampeã paraibana a ainda faturou um Campeonato Internacional com e sem kimono.

Um detalhe curioso da trajetória de Madu é que ela começou a praticar o esporte como forma  e incentivar seu pai, que não vinha tendo um bom rendimento nas competições que participava.

“Eu comecei a praticar o jiu-jitsu com 13 anos por causa do meu pai e da minha irmã. Mas, na verdade, foi porque meu pai começou a praticar primeiro, participava das competições e  unca

conquistava o primeiro lugar. Aí eu falei que ia começar a treinar para ficar em primeiro lugar  risos). No dia em que disse isso, ele foi campeão em sua categoria”, revelou.

A caçulinha da família, Renata Salles, também já ostenta números grandiosos. A faixa amarela, que compete na categoria Infanto-Juvenil 1, é tricampeã brasileira, heptacampeã nordestina e ainda faturou cinco vezes o Campeonato Paraibano.

Além de seguir forte no jiu-jitsu, a atleta sonha em se tornar médica.

Leia Mais

Relacionadas