sexta, 23 de fevereiro de 2018
Economia
Compartilhar:

Produção da cana-de-açúcar deve chegar aos seis milhões na Paraíba

Ellyka Akemy / 18 de agosto de 2016
Foto: Arquivo
O Brasil deverá produzir 684,77 milhões de toneladas de cana-de-açúcar na safra 2016/2017. O número é 2,9% maior que a anterior, quando foram produzidos 665,59 milhões de toneladas. Os dados foram divulgados ontem pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). Na Paraíba, a safra 2016/2017 só deverá ser definida no final de mês agosto, quando terminará o período chuvoso na região produtora.

No entanto, a expectativa é de que a produção no Estado alcance pouco mais de seis milhões de toneladas, um aumento de quase 10% em relação à safra anterior. A área produtiva de cana-de-açúcar no Estado permaneceu sem alteração, com aproximadamente de 124,4 mil hectares.

Etanol. No Brasil, a produção de etanol anidro, utilizada na mistura com a gasolina, deverá ser 2,5% maior que a anterior, alcançando 11,49 bilhões de litros. Já o etanol hidratado poderá atingir 16,38 bilhões de litros, uma redução de 14,9% em relação ao ano passado ou 2,87 bilhões de litros.

Um dos fatores que contribuiu para a queda na produção do produto foi a menor demanda. Até junho de 2015, as distribuidoras venderam 30,7 milhões de barris de etanol hidratado no Brasil. No mesmo período deste ano, foram vendidos 26,4 milhões de barris, ou seja, uma queda de 14%.

Na Paraíba, a produção de cana-de-açúcar na safra de 2016/2017 destinada à produção de etanol total (anidro e hidratado) foi 5,3% menor que a anterior. Também houve queda na produção total de etanol no Estado.

Na safra 2016/2017, a previsão é de sejam produzidos 319,2 milhões de litros, enquanto que na anterior foram 339,7 (mi l). A diferença é de 20,4 milhões de litros. A variação negativa foi maior na produção de etanol hidratado, que deverá ser 14,4% menor que a anterior, enquanto que a de etanol anidro poderá ser 2,1% menor.

Relacionadas