terça, 25 de julho de 2017
Economia
Compartilhar:

Paraíba tem 2º pior índice de serviços do ano e registra queda de 2,2%

Érico Fabres / 17 de julho de 2015
O setor de serviços registrou, no mês de maio de 2015, de acordo com Instituto Nacional de Geografia e Estatística (IBGE), um crescimento nominal de 1,1%, na comparação com igual mês do ano anterior, inferior às taxas de abril (1,7%) e março (6,1%), configurando-se como a segunda menor taxa da série iniciada em 2012, sendo a de fevereiro de 2015 (0,9%), a menor.

Já na Paraíba, o crescimento foi de apenas 0,9%, uma redução de 2,2% em relação a abril (3,1%) e de 10,1% em relação ao mês de maio de 2014 (11%). Foi o segundo pior índice no ano e também da série histórica iniciada em 2012, somente acima de janeiro, cujo percentual foi de 0,2% negativo.

A taxa acumulada no ano atingiu 2,3% e, em 12 meses, 3,8%. Na comparação maio de 2015/maio de 2014, três dos cinco segmentos do setor de serviços registraram variações nominais positivas: serviços profissionais, administrativos e complementares, com 5,5%; transportes, serviços auxiliares dos transportes e correio, com 0,8%, e outros serviços, com 0,3%. Apresentaram variações nominais negativas serviços prestados às famílias, com -1,4% e serviços de informação e comunicação, com -0,8%.

Relacionadas