terça, 12 de dezembro de 2017
Economia
Compartilhar:

Preço do peixe fica salgado na Semana Santa

Da redação com assessoria / 18 de março de 2016
Foto: Assuero Lima
Com a aproximação da Semana Santa, a procura por peixes e frutos do mar aumenta consideravelmente. Por conta disto, a Secretaria Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-JP) realizou, entre os dias 14 e 16 de março, pesquisa de preços do quilo do produto. O levantamento encontrou a maior variação no polvo, 211,96%, com preços entre R$ 25,00 (Peixaria do Valdevino – Praia da Penha) e R$ 77,99 (Supermercado Extra – Epitácio Pessoa), diferença de R$ 52,99.

Ainda segundo a pesquisa, a menor variação ficou com o quilo do peixe corvina (em posta), 0,5%, com preços entre R$ 19,90 (Supermercado Extra – Epitácio Pessoa) e R$ 20,00 (Peixaria Bom Jesus - Mangabeira), diferença de 10 centavos. Foram pesquisados 86 itens em 17 estabelecimentos.

Filés

A pesquisa do Procon-JP constatou grandes variações nos filés de tilápia, 59,80%, com preços entre R$ 25,00 e R$ 39,95, diferença de R$ 14,95; pescada branca, 44,20%, com preços entre R$ 20,00 e R$ 28,84, diferença de R$ 8,84; pescada amarela, 37,27%, com preços entre R$ 30,00 e R$ 41,18, diferença de R$ 11,18; salmão, 33,03%, com preços entre R$ 49,98 e R$ 66,49, diferença de R$ 16,51.

Peixe inteiro  

Para o peixe inteiro, as maiores variações foram sardinha, 200,00%, com preços entre R$ 5,00 e R$ 15,00, diferença de R$ 10,00; salmão, 151,60%, com preços entre R$ 25,00 e R$ 62,90, diferença de R$ 37,90; tilápia, 127,08%, com preços entre R$ 11,89 e R$ 27,00, diferença de R$ 15,11; atum, 109,90%, com preços entre R$ 10,00 e R$ 20,99, diferença de R$ 10,99; pescada branca, 100%, com preços entre R$ 15,00 e R$ 30,00, diferença de R$ 15,00.

Peixe em posta

As maiores variações para peixe de posta são serra, 86,57%, com preços entre R$ 14,89 e R$ 27,78, diferença de R$ 12,89; albacora, 78,57%, com preços entre R$ 14,00 e R$ 25,90, diferença de R$ 11,00; cação, 75,93%, com preços entre R$ 15,00 e R$ 26,89, diferença de R$ 11,39; xareu, 66,67%, com preços entre R$ 15,00 e R$ 25,00, diferença de R$ 10,00; cavala, 55,96%, com preços entre R$ 25,00 e R$ 38,99, diferença de R$ 13,99.

Camarão

O camarão com casca (pequeno), de viveiro, tem variação de até 50%, com preços entre R$ 20,00 e R$ 30,00, diferença de R$ 10,00; o descascado de viveiro (pequeno) mostra variação de até 50%, com preços entre R$ 40,00 e R$ 60,00, diferença de R$ 20,00; o camarão com casca (pequeno), do mar, 90%, com preços entre R$ 20,00 e R$ 38,00, diferença de R$ 18,00; e o maior preço é do camarão descascado do mar (grande), R$ 120,00.

Frutos do mar

Entre os outros frutos do mar, as maiores variações ficam com marisco, 196,08%, com preços entre R$ 13,00 e R$ 38,49, uma diferença de R$ 25,49; sururu 104%, com preços entre R$ 15,00, e R$ 30,60, diferença de R$ 15,60; carne de caranguejo, 60%, com preços entre R$ 25,00 e R$ 40,00, diferença de R$ 15,00; ostras, 40%, com preços entre R$ 25,00 e R$ 35,00, diferença de R$ 10,00.

A pesquisa foi realizada nos seguintes estabelecimentos: Mercado de Peixe de Tambaú (boxes 2, 5, 6, 7, 10 e Bom Jesus), Carrefour (Bessa), Extra (Epitácio Pessoa), Hiper Bompreço (Bessa), Peixaria Bom Jesus (Feirinha de Mangabeira) e nas peixarias da Vila dos Pescadores na Praia da Penha (Zildo, Van, Nem, Valdevino, Zé do Peixe, JL e Shalom).

Para acessar a pesquisa completa clique aqui.

Relacionadas