terça, 18 de dezembro de 2018
Economia
Compartilhar:

Burocracia atrapalha negócios com algodão colorido

Ellyka Akemy / 22 de abril de 2016
Foto: Manoel Pires
As peças de algodão colorido são admiradas no mercado internacional por apresentarem design e modelagem próprios, serem feitas à mão e possuírem certificação orgânica. Um produto nobre, altamente valorizado lá fora, mas que, segundo os empresários, não recebe o incentivo necessário dos órgãos públicos, que desse condições ao setor de explorar mais e melhor o exterior. Os empresários do segmento afirmam que há muita burocracia e pouco fomento para alavancar as exportações.

Para serem vistos e se destacarem no mercado de moda internacional, os empresários precisam participar todos os anos de feiras e eventos do setor de vestuário dos Estados Unidos e de países europeus. E essa operação custa caro, varia entre R$ 5 mil e R$ 50 mil por cada exposição. Os gastos envolvem aluguel de stand, passagens aéreas, hospedagens e intérprete. “Quem não é visto, não é lembrado”, ressaltou a empresária Francisca Vieira, da Natural Cotton Color.

Embora seja um investimento caro, é mais vantajoso para o segmento explorar o mercado internacional que o nacional. Isso porque as peças de algodão colorido têm um maior valor agregado lá fora.

“Ninguém no exterior questiona o preço das peças”, afirmou Francisca.

Leia Mais

Relacionadas