quarta, 20 de junho de 2018
Economia
Compartilhar:

40 postos aumentam o preço do litro da gasolina em João Pessoa

Alyf Santos com assessoria / 23 de agosto de 2016
Foto: Arquivo
Uma pesquisa comparativa de preços de combustíveis realizada pela Secretaria Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-JP) na última segunda-feira (22), constatou que 40 postos de combustíveis aumentaram o preço do litro da gasolina em João Pessoa nos últimos mês, considerando o levantamento de preços anterior feito no dia 20 de julho deste ano.

A pesquisa atual também constatou que, em relação ao levantamento anterior, o menor preço para a gasolina caiu 17 centavos em um único posto, passando de R$ 3,376 para R$ 3,359 (posto Extra – Bairro dos Estados). O maior preço do produto se manteve e está em R$ 3,799 (posto JR – Manaíra). Dos 100 postos em atividade na Capital, 40 elevaram, um reduziu e 59 mantiveram os preços.

O secretário Marcos Santos informa que o Procon-JP vai realizar fiscalização nos postos de combustíveis de João pessoa para verificar o motivo do aumento de preços em grande parte dos estabelecimentos. “Como não houve aumento do Governo Federal, não há motivo para o consumidor estar pagando mais caro por esse produto. Vamos pedir as últimas notas fiscais de compra do produto nas refinarias e, caso haja abuso nos preços, vamos autuar os estabelecimentos”.

Marcos Santos acrescenta que os preços de todos os combustíveis serão fiscalizados. “Por isso consideramos importante a pesquisa comparativa realizada pelo Procon-JP, porque monitora os valores mês a mês da gasolina, álcool, óleo diesel e gás natural veicular”.

Álcool - O valor do produto se manteve em 57 postos em relação ao levantamento anterior, aumentando em 23 e reduzindo em 14 estabelecimentos.

Diesel - O preço do óleo diesel comum aumentou em quatro postos, reduziu em seis e se manteve em 42 quando comparado com a última pesquisa.

GNV - Todos os 12 postos que comercializam o produto em João Pessoa mantiveram o mesmo preço praticado no levantamento anterior realizado pelo Procon-JP.

combustíveis

Relacionadas