terça, 21 de novembro de 2017
Show
Compartilhar:

Gilberto Gil, Gal Costa e Nando Reis se apresentam juntos nesta sexta em JP

André Luiz Maia / 13 de outubro de 2017
Foto: Daryan Dornelles/ Divulgação
A união de três grandes artistas da música popular brasileira gerou frisson. Gal Costa, Gilberto Gil e Nando Reis formam a Trinca de Ases, que chega a João Pessoa nesta sexta-feira (13) para única apresentação na Domus Hall. A turnê, que surgiu por conta de um encontro pontual entre os três, circula por várias cidades do país e traz novidades. O público que for conferir a performance de hoje poderá ver Gilberto Gil na Capital pela primeira vez desde 2013. Na abertura, apresenta-se Alex Cohen.

O projeto surgiu no ano passado, em uma apresentação em Brasília organizada pelo jornalista Jorge Bastos Moreno, homenageando o centenário do político Ulysses Guimarães. "Aquele primeiro show foi dirigido por Rafael Dragaud, com direção de arte e conceito gráfico de André Vallias. Foi algo muito bonito e de lá surgiu essa ideia de aumentarmos a parceria para essa turnê. Eu e Gil já fizemos muitas parcerias ao longo da vida, com Nando é a nossa primeira vez", comenta Gal Costa, em entrevista ao CORREIO.

Inicialmente um encontro entre vozes e violões, a ideia do projeto acabou tomando corpo e precisou de adaptações. Ao sentarem para decidir os detalhes, Gil e Nando decidiram que era preciso de outros recursos. "Precisávamos do mínimo de complementação sonora e então incorporamos um contrabaixo e uma bateria. Daí fomos fazendo arranjos com essa configuração”, conta Gilberto Gil.

Nando conta que essa experiência de pensar de maneira conjunta os arranjos para as canções é um dos trunfos da performance do Trinca de Ases, que se completa quando encontra-se com a performance vocal de Gal Costa. "Mesmo que ela não seja compositora, a força de sua interpretação é essencialmente autoral. E eu e Gil temos uma maneira muito própria de tocar violão, cada um ao seu modo. As diferenças advindas das fortes individualidades, são a base do ineditismo do projeto: a resultante da soma de nossas linguagens", define o músico.

Leia Mais

Relacionadas