terça, 20 de fevereiro de 2018
Música
Compartilhar:

Música de Pixinguinha é tema do concerto que reúne Carlos Malta e Quinteto da Paraíba

André Luiz Maia / 13 de Janeiro de 2017
Foto: Divulgação
Pixinguinha veste-se com roupa de gala. O "alfaiate" é o músico Carlos Malta, que apresenta hoje e amanhã ao lado do Quinteto da Paraíba os arranjos novos para as músicas de um dos mestres da música popular brasileira no show Pixinguinha – Alma e Corpo. O concerto faz parte da programação do projeto Quinteto Convida, que trouxe em sua primeira edição Xangai, em outubro.

Malta já havia feito essa apresentação há 20 anos, celebrando o centenário de nascimento de Pixinguinha. Agora, o resgate desse repertório, na visão de Malta, foi bem oportuno. "Quando recebi o convite para tocar com o Quinteto, grupo o qual conheço o trabalho há bastante tempo, pensei logo nesse material, já que em 2017, uma das canções mais famosas dele, 'Carinhoso', completa 100 anos", explica o músico, em entrevista ao CORREIO.

Ao todo, são dez canções. Além de "Carinhoso", há também "Naquele tempo", "Rosa" e outros clássicos, além de canções que não são tão conhecidas, como "Dininha", uma das preferidas de Malta.

Mas, ao invés dos arranjos usuais de chorinho, a ideia aqui foi reconstruí-los do zero, esquecendo suas versões originais e buscando outras sonoridades para aquelas melodias. "Tem momentos em que parecia música clássica. As canções de Pixinguinha têm uma atmosfera muito peculiar. Sem falsa modéstia, foi um trabalho que fiz que me deixou muito orgulhoso", confessa Carlos, que ao chegar mais uma vez à Paraíba foi logo em busca do som dos pífanos.

Os instrumentos de sopro são sua paixão. Toca flautim, flauta, pífano, flauta baixo, flautas indígenas, além de clarinete, clarone e saxofone. Se apresentar com um quinteto de cordas, segundo ele, é algo que lhe agrada bastante. "O saxofone tem uma afinidade com as cordas que me encanta", explica.

O Quinteto da Paraíba aproveitou até o último momento para ensaiar as canções. Ontem, o grupo formado por Xisto Medeiros (contrabaixo), Ronedilk Dantas (primeiro violino), Thiago Formiga (segundo violino), Ulisses Silva (viola) e Nilson Galvão (violoncelo) se reuniu no Auditório Gerardo Parente, do bloco de Música da UFPB, para realizar um ensaio aberto. "A gente veio tocar, de fato, essas canções somente agora para este concerto. Os arranjos de Carlos estão muito bonitos e sofisticados", adiantou o contrabaixista Xisto Medeiros.

Quinteto da Paraíba e Carlos Malta

Hoje e amanhã, às 21h.

Sala José Siqueira (Espaço Cultural, R. Abdias Gomes de Almeida, 800, Tambauzinho, João Pessoa).

Ingressos: R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia), à venda nas lojas Furtacor (shoppings MAG, Tambiá e Sul).

Relacionadas