domingo, 18 de fevereiro de 2018
Literatura
Compartilhar:

João Gonçalves, autor de ‘Severina Xique-Xique’, completa 80 anos

José Carlos dos Anjos Wallach / 26 de julho de 2016
Foto: Divulgação
Aos 80 anos completados em maio, João Gonçalves de Araújo é um dos artistas brasileiros com maior número de músicas editadas, inclusive no interior. O autor dos sucessos “Pescaria em Boqueirão”, “Galeguim do zoi azul”, “Severina Xique-Xique” e “Catedral do forró”, entre outros interpretados por dezenas de cantores, segue ativo e está preparando novo repertório.

“Não será mais para este ano, só para o próximo. Passei a maior parte do tempo gravando para os outros. Por isso não lancei disco este ano”, explica. “Também tive que cuidar um pouco mais da saúde”, diz ele, que passou por tratamento pulmonar.

Considerado o “rei do duplo sentido”, João Gonçalves acha que hoje em dia o estilo não existe mais, porque as tentativas de compor dessa maneira terminam fatalmente no explícito: “Agora, as letras vão direto para a pornografia. O duplo sentido tem que ser bem feito. Deixa-se clara a mensagem, sem falar palavrão”, ensina o mestre.

No pique. “Ainda hoje tenho música rodando na Europa, ‘A Cabritinha’ ”, revela João. O grande Genival Lacerda, que levou para o Brasil o seu forró de duplo sentido, ainda hoje canta as músicas de João Gonçalves. Outro artista que vai beber nessa fonte é Ton Oliveira, que fez muito sucesso com ‘Locadora de mulher’.

Pouco antes da abertura do São João de Campina, cidade onde mora, João Gonçalves foi homenageado pelo 80º aniversário em festa de amigos e familiares, entre eles, alguns artistas regionais. Ele deu entrevista a Snides Caldas, do blog Festar Muito (da grade do CORREIO on-line) e disse que tocaria na programação da festa caso fosse chamado.

Leia Mais

Relacionadas