Acesso

Espetáculo
Compartilhar:

‘Mário Fora do Armário’ expõe o pensamento de Mário de Andrade

André Luiz Maia / 20 de agosto de 2015
Foto: Divulgação
Em reverência a um dos principais autores da literatura moderna brasileira, a companhia Belazarte Realizações Artísticas, do Rio de Janeiro, apresenta o espetáculo Mário Fora do Armário, dentro da programação do Festival de Inverno de Campina Grande. Através de extratos do livro Contos Novos, a companhia traz a visão de mundo de Mário de Andrade.

Diferente do que o título possa sugerir, a história da peça não aborda a discussão a respeito da sexualidade do escritor, tema que voltou à discussão após a publicação de uma carta endereçada a Manuel Bandeira. “A gente escolheu esse título como uma forma de conectar esse fato com o interesse pela intimidade de Mário, que é revelada através desses contos”, salienta José Mauro Brant, que fez uma pesquisa extensa sobre o escritor para conceber o texto.

Contos Novos é um livro inacabado, mas os textos que já se encontravam completos foram publicados pouco tempo após a morte de Mário de Andrade. Há contos clássicos, como “O peru de Natal” e “Primeiro de maio”.

Agora, passados setenta anos desde sua publicação, ele ganha outro olhar. “Esses contos são quase biográficos. Em quatro deles, um personagem em comum, o Juca, que é uma espécie de alter-ego do escritor. Sempre tive uma ligação pessoal muito forte com esses contos”, explica.

O projeto da peça estava engavetado e ganhou força após José Mauro achar que sua inserção na dramaturgia e literatura estrangeira estava se tornando excessiva. “Tenho uma conexão muito forte da literatura, música e teatro, sempre presentes em minhas montagens. Depois de algumas adaptações de livros dos irmãos Grimm e de outros autores europeus, decidi voltar para Mário”, pontua. Apaixonado por sua obra, Brant tem cerca de 50 livros do paulistano.

Leia mais no Jornal Correio da Paraíba

Relacionadas