Acesso

Cinema
Compartilhar:

Cosmopopeia abre nova temporada de exibições de filmes em João Pessoa

Redação / 12 de agosto de 2015
A casa de artes Cosmopopeia, em João Pessoa, abre a segunda temporada de exibições de filmes, intitulada Cinema na Cosmo, a partir de hoje, às 19h30. Na reabertura, estão previstas as projeções do curta paraibano “Insosso”, de Uégillys Keyllor, e de “Simão do Deserto”, do diretor mexicano Luis Buñuel.

O curador dessa semana é Carlos Dowling, que preparou a mini-mostra Políticas, Corpos e Estéticas. “Simão do Deserto” é ambientado no século IV, contando a história de um homem muito religioso que deseja se aproximar de Deus. Para isso, ele decide escalar uma coluna, mas enfrenta as seduções do Diabo, que tenta a todo custo trazê-lo de volta para a Terra.

“Começamos com a grande influência e referência que é Buñuel, mestre do deslocamento poético surrealista, aportando o último filme de sua trilogia anticlerical, feito num modelo de produção de invenção terceiromundista, uma estética faminta por provocar e implodir portos seguros estéticos”, afirma o curador da mostra, em texto de apresentação da mini-mostra.

Antes da exibição do média-metragem mexicano, é apresentado “Insosso”, do paraibano Uégillys Keyllor. Na trama, um solitário rapaz passa os dias em seu apartamento na companhia de uma estranha moça com qual mantém uma delicada e fria relação.

Relacionadas