sábado, 18 de novembro de 2017

Edinho Magalhães
Compartilhar:

Saúde para Idosos

14 de novembro de 2017
Após investigar e revelar ao país as fraudes e a falta de transparência nos fundos de pensão das empresas públicas (Caixa, Correios, Petrobrás e Banco do Brasil), como presidente da CPI dos Fundos de Pensão, o deputado Efraim Filho, líder do Democratas na Câmara dos Deputados, volta agora suas atenções para a ANS – Agência Nacional de Saúde, com relação ao valor das mensalidades cobradas pelos planos privados para as pessoas maiores de 60 anos.

Efraim está cobrando das autoridades em Brasília para que se autorize e regulamente a criação de um fundo de capitalização individual, semelhante a da previdência complementar, para que os usuários possam ir pagando, desde já, a fim de que, no futuro, quando estiverem aposentados, sem trabalhar, e quando mais precisarem, o resultado do fundo ajude a custear com pelo menos metade do valor do plano de saúde. “Os planos são autorizados a mudar os valores por faixa etária e muitas vezes, devido à alta incidência dos idosos com saúde, os aumentos podem chegar até 70% em um ano, comprometendo suas aposentadorias!”, comenta Efraim.

Enquanto o Brasil não tem o serviço de saúde qualificado e as regras dos planos privados forem leoninas, a idéia é bem vinda. Deveria ter o apoio não somente da bancada federal paraibana, mas também de seus pares no Congresso Nacional para mudar essa triste realidade no país.

Em Camalaú 1

Os senadores Cássio e Maranhão prestigiaram o evento que marcou o início das obras da barragem de Camalaú, neste fim de semana, que irá levar segurança hídrica para a cidade de Campina Grande e mais 20 municípios do Planalto da Borborema. A obra deverá ser executada em 6 meses pelo Dnocs-PB, que tem à frente o executivo Alberto Gomes.

Em Camalaú 2

Pelas redes sociais o senador Cássio aproveitou para alfinetar o governo Ricardo Coutinho: “tenho lutado pelas passagens sobre o rio Paraíba para religar as comunidades rurais que ficaram isoladas da cidade. Tarefa não cumprida pelo Governo do Estado”.

Na TV Senado

O senador Raimundo Lira foi o entrevistado do programa Argumento, veiculado pela TV Senado, esta semana, sobre o PLS 551/15, de sua autoria, que limita o aumento de preço nas remarcações de passagens aéreas solicitadas pelos passageiros. Boa!

Relatoria

O PLS 551/15 foi juntado ao parecer do senador José Maranhão que é o relator da reforma do Código Brasileiro de Aeronáutica, que já está pronto para votação no plenário do Senado aguardando apenas definição de data pelo presidente.

Contra Impostos Altos

Também pelas redes sociais o deputado Pedro Cunha Lima aponta os excessos tributários do governo da Paraíba: “O ICMS da gasolina é o maior do Nordeste. Mais impostos significam menos crescimento e menos empregos! O governo do Estado não para de aumentar impostos. Água, gás, energia, tudo mais caro por conta desses aumentos”.

Menos Um!

Os ‘Cabeças Pretas’, grupo de parlamentares jovens da Câmara dos Deputados, que Pedro Cunha Lima faz parte, teria jogado duro com o ministro das Cidades, Bruno Araújo, ex líder do PSDB na Câmara para deixar o cargo na tarde de ontem, em Brasília. Resta saber se foi um ato isolado ou o início da revoada tucana do Governo Federal.

Frase

“Valente é o homem que enfrenta até o preconceito.” - Página de abertura do deputado Hugo Motta, no facebook, sobre o ‘Novembro Azul’.

Relacionadas