terça, 12 de dezembro de 2017

Pessoa Júnior
Compartilhar:

Saiu do zero

14 de outubro de 2017
O Botafogo quebrou o silêncio e deu início as contratações para a temporada 2018. O goleiro Remerson e o lateral Fábio Alves são as novidades da semana, mas não chegam a empolgar, pois a torcida quer muito mais para o próximo ano, em função dos resultados acumulados este ano, onde se comemorou apenas a conquista do título paraibano, mas sem aquele futebol convincente.

A diretoria só está começando a formação do elenco e já tem torcedor reclamando através das redes sociais. Tudo bem que a temporada 2017 foi ruim, mas os dirigentes trabalharam e investiram pensando em grandes conquistas. Nem tudo se tornou realidade, mas é preciso entender que ninguém ficou parado esperando o tempo passar. É preciso passar um pouco de crédito para que a diretoria ganhe força e acerte mais nas contratações.

A verdade é que o Botafogo tem que fazer tudo diferente, para ganhar confiança total da torcida e alcançar conquistas importantes, principalmente no cenário nacional. O calendário é o mesmo e muito exigente. Por isso mesmo é preciso pensar bem antes de contratar, para evitar os erros que foram registrados em 2017, pois teve jogador que foi embora sem jogar. Isso significa prejuízo e grande.

O importante é que a diretoria começou a contratar. O técnico Leston Júnior tem a responsabilidade das indicações e se pisar na bola vai cair no descrédito com a torcida. Tudo precisa ser bem pensado mesmo, pois a maioria da torcida não se conforma com a falta de qualidade. Tem que investir sim, mas em nomes importantes para que o torcedor possa se motivar e mudar a realidade atual.

Escolinha de Futebol

A diretoria do Clube dos Oficiais avisa que está matriculando alunos novatos na Escolinha de Futebol, na faixa etária entre 5 e 14 anos. Os interessados devem procurar a secretaria do clube ou então ligar para 9.8802-6121. As vagas são para sócios e não sócios.

POSITIVO

O que mais se viu até agora nas disputas da Taça Cidade João Pessoa de Futsal Nordeste foi o crescimento nas categorias sub-6, sub-7 e sub-8. Os novos talentos estão dando um brilho especial a competição, que também tem caráter educativo. Ponto para os dirigentes de clubes, assim como para os pais dos atletas que estão colaborando com esse novo momento que o esporte vive em nível de Nordeste.

NEGATIVO

A conversa que rola nas ruas e nos bares da cidade é que estão querendo dividir o beach soccer paraibano, que vive um bom momento e faz tempo, com o presidente da Federação Paraibana de Beach Soccer, Ailton Cavalcanti. Agora estão trabalhando na formação de uma nova entidade, inclusive com o aval da Federação Paraibana de Futebol. Sinceramente, é difícil entender o esporte paraibano.

Escolas Estaduais

Nos Jogos das Escolas Estaduais a euforia é geral. A fase final da primeira etapa acontece hoje, nas cidades de Guarabira, Cuité, Monteiro, Princesa Isabel e Mamanguape. A coordenação geral é do professor José Geraldo, que promete muito mais até a etapa de João Pessoa, no início de novembro.

NO FOCO

O professor Rogério Velinho, é só otimismo para a fase final da Taça Cidade João Pessoa de Futsal, que acontece hoje, a partir das 13,na Arena Apecef-PB, no Altiplano Cabo Branco. O torcedor vai comparecer em massa.

A professora Erika Marques, diretora do Iesp, recebeu o aluno Felipe Iglésias, do segundo período de Educação Física. A boa noticia é que ele ganhou troféu no 46º Campeonato Brasileiro de Fisiculturismo CBCM-NSL, no Guarujá, São Paulo. O título o qualifica para a primeira competição internacional.

Relacionadas