domingo, 17 de fevereiro de 2019

Pessoa Júnior
Compartilhar:

Reclamando

16 de dezembro de 2015
Durante a entrega do Prêmio Melhor do Esporte de 2015, nas dependências do Esporte Clube Cabo Branco, o clima era de festa, de comemoração e de confraternização, mas as reclamações não deixaram de existir. Nada contra o evento, mas sim relacionadas à falta de apoio ao esporte. O filme é antigo, mas ainda existe muito inconformismo no ar por conta das falsas promessas e das inverdades que ecoam na maioria dos segmentos esportivos.

O presidente da Associação das Federações de Esportes da Paraíba, Adjailson Fernandes, também está inconformado com o quadro atual, pois ainda sente a falta de uma política pública voltada para o esporte, com incentivos verdadeiros e significativos. Também lamenta a falta de visão de algumas empresas privadas da Paraíba, que não acreditam na força do esporte.

Por mais que tentem passar uma imagem diferente, a temporada 2015 não foi nada satisfatória para o esporte. Técnicos, atletas e dirigentes, com talento e sacrifício, fortaleceram a marca do esporte, mas os órgãos públicos, com raras exceções, deixaram muito a desejar, na visão de quem conhece e vive o dia a dia do esporte sem subserviência.

Se 2015 foi ruim no quesito apoio, a próxima temporada promete ser bem pior. Os cortes estão sendo anunciados de forma bem antecipada e isso inquieta muito mais os técnicos, dirigentes e atletas. As inverdades continuarão ecoando, mas as reclamações também ocuparão espaços, pois ninguém suporta mais tanto desrespeito a quem faz esporte por amor e fortalece a marca da Paraíba no cenário nacional.

Clube dos Oficiais

Com o futsal e a natação, o Clube dos Oficiais foi homenageado no Prêmio Melhor do Esporte, com importantes resultados em nível nacional. O trabalho da diretoria comandada pelo Coronel Francisco de Assis é de qualidade e com bons profissionais.

+ Positivo

A Associação das Federações de Esportes da Paraíba e a Gesports Consultoria e Marketing Esportivo estão de parabéns pelo incentivo e pela organização da edição 2015 do Prêmio Melhor do Esporte. A festa foi um sucesso, com a presença de técnicos, atletas, dirigentes e empresários. Os professores  Adjailson Fernandes e Rogério Velinho mais uma vez mostraram muita competência e deixaram o Cabo Branco satisfeitos com o nível da festa do último sábado.

- Negativo 

E as figurinhas carimbadas que torceram e trabalharam contra a realização do Prêmio Melhor do Esporte, perderam tempo mais uma vez. O Cabo Branco recebeu um excelente público e lá estavam personalidades esportivas sendo premiadas por méritos. O Prêmio Melhor do Esporte, nos seus 15 anos de existência, mostrou que é a grande confraternização do esporte paraibano. Um dia as figurinhas carimbadas vão sair de cena para sempre.

Meninos da Paraíba 

O Esporte Clube Meninos da Paraíba -ECMP -surgiu este ano, mas já mostrou um crescimento significativo, para a satisfação de todos os seus diretores, que compareceram ao Prêmio Melhor do Esporte. Alberto Gomes (Esquerdinha) e James Schmidhäussler eram os dirigentes mais eufóricos durante a festa realizada no Cabo Branco.

No foco

O professor Everton Vilar, retornou segunda-feira, do Rio de Janeiro, trazendo na bagagem mais um título da Copa Fla, defendendo as cores da Escolinha do Flamengo de João Pessoa. Everton destaca o bom futebol da garotada.

Medalha de prata nos Jogos Escolares da Juventude, em Londrina, o time de voleibol feminino do Colégio e Curso IE foi um dos destaques da edição 2015 do Prêmio Melhor do Esporte, realizada no último final de semana, no Cabo Branco. O time comandado pelo professor Idebaldo Grisi tem o apoio do diretor IE, professor Flávio Jorge, que também foi um dos homenageados por acreditar na força do esporte.

 

Relacionadas