terça, 18 de dezembro de 2018

Edinho Magalhães
Compartilhar:

Melhora Brasil!

24 de outubro de 2017
O momento que vive o país é bastante preocupante. A fragilidade do poder Executivo tem gerado oportunidades para que o fisiologismo no Congresso Nacional tire proveito da situação. A segunda denúncia contra o presidente Temer deve ser votada amanhã, no plenário da Câmara Federal, num cenário que teria sido construído em encontros nada transparentes que resultaram em pedidos nada republicanos. É nesse ponto que reside o perigo: quando o excesso de democracia reflete em anarquia. Uma ‘base’ que subverte a ideologia pela fisiologia do ‘toma lá da cá’, não é uma base próspera nem inteligente, pois, fragilidade além do Governo, o próprio Congresso Nacional. Ato contínuo, o Poder Legislativo, por sua vez, vem se encolhendo cada vez mais diante do Poder Judiciário. Quase toda decisão do Congresso Nacional vem sendo contestada no Judiciário que é provocado a validar - ou não - seus atos, ao ponto de suas Excelências passarem constrangimento com decisão de um juiz de segundo grau que determinou como deveria ser a sessão de votação do caso do senador Aécio Neves. O cenário já estaria ruim não fosse o mesmo problema atingindo também o Judiciário, cada vez mais contestado pelos membros do Ministério Público Federal. Ultimamente, quando o STF decide por algum arquivamento em fase da operação ‘lavajato’, por exemplo, é logo bombardeado, midiaticamente, pelos senhores Procuradores que integram a força tarefa. Acusado de ser um dos mais lentos do planeta, para tomar decisões por sentença, o Judiciário brasileiro ainda sofre fortes críticas pelas benesses e mordomias conferidas aos membros de suas Cortes Superiores. E como tudo ainda pode piorar, restam críticas a alguns dos senhores Procuradores Federais, que integravam a cúpula da PGR, e que estariam envolvidos, por sua vez, em relações e encontros nada transparentes com advogados da empresa JBS investigada por eles próprios e cuja gravidade chegou a atingir o cargo mais alto da República. Como não bastasse tudo isso, a imprensa nacional critica agora a nova equipe da PGR que, desde setembro, estaria se esquivando de receber advogados criminais na ‘agenda aberta’. Algo está errado com o país. É preciso que cada um faça o dever de casa bem feito e que todos possam restabelecer a ‘independência e harmonia entre os Poderes’. Por isso repito: Melhora Brasil!

No TSE

Solenidade marcada para esta terça feira em Brasília marca a posse de novos ministros integrantes do TSE. O ministro paraibano Hermann Benjamin encerrou o seu mandato.

Comissão Geral

Por iniciativa do líder Efraim Filho do Democratas a Câmara dos Deputados terá Comissão Geral nessa próxima quinta-feira para debater a questão do assassinato em massa de policias militares. “Cerca de 800 PMs foram mortos nos últimos 18 meses. No Rio de Janeiro, mais de 100 morrem a cada 6 meses. É uma guerra civil camuflada”.

Top 10

O deputado Efraim Filho, aliás, foi incluído na lista dos 10 melhores parlamentares da Câmara Federal, semana passada, durante entrega do prêmio anual Congresso em Foco. Na lista realizada por um júri composta por jornalistas, Efraim ficou em 9° lugar.

Destaques

Os deputados Luiz Couto – veterano da bancada – e Pedro Cunha Lima – novato – também foram lembrados, assim como o senador Raimundo Lira. A lista dos jornalistas é considerada a mais concorrida da premiação.

Bancada Federal na PB

Pelas redes sociais os parlamentares da bancada federal comentaram as pautas que tiveram em João Pessoa, ontem, com prefeitos do Estado no TCE e no Hospital Napoleão Laureano.

“Moderninho”

Um dos parlamentares que gostou de aderir aos efeitos práticos e modernos das redes sociais foi o senador Raimundo Lira que costuma gravar vídeos, dentro do carro, durante deslocamentos na Paraíba.

Relacionadas