quinta, 18 de outubro de 2018

Sony Lacerda
Compartilhar:

“Eu sou Livres”, diz Lucas

13 de janeiro de 2018
Depois ter sido afastado do comando do PSL na Paraíba, o vereador Lucas de Brito terá que procurar novos rumos. Ontem, em contato com a reportagem do Correio, ele disse que, após tomar conhecimento da filiação do deputado federal Jair Bolsonaro ao partido, ainda tentou convencer o presidente nacional da legenda, Luciano Bivar, de que a pauta liberal não poderia perder espaços e que isso iria acontecer com a filiação do presidenciável.

Lucas disse que foi surpreendido com a decisão nacional de retirá-lo do comando do partido no Estado, e substituí-lo por Julian Lemos. “Perdi a confiança na Executiva, mas respeito a decisão”, disse Lucas de Brito. Ele acrescentou que a decisão da Executiva Nacional do PSL representa a secundarização da pauta liberal.

E que, em vez de uma política pautada por ideias, “a pauta liberal está sendo substituída, no partido, pela política do personalismo e da idolatria de um populismo truculento”.

Naturalmente, ele se referiu à figura de Jair Bolsonaro, que tenta viabilizar uma candidatura presidencial baseado em ideias que podem representar um retrocesso na democracia brasileira. Segundo Lucas, a decisão do PSL “é representativa da rendição do partido ao pragmatismo político que admite pagar qualquer preço pela busca do poder”.

“Independente de partido político, eu sou Livres. O movimento continua”, disse Lucas de Brito, acrescentando: “Ontem, foi o Patriotas, hoje é o PSL. Qual a legenda que será golpeada amanhã? Espero que não sejam os cofres públicos”.

Apoios em Sousa

Em Sousa, o prefeito Fábio Tyrone apoiará as candidaturas dos deputados Lindolfo Pires (estadual) e Wilson Filho (federal) à reeleição. O vice-prefeito Zenildo Oliveira e o ex-prefeito João Estrela também estão no mesmo agrupamento político que apoia os dois parlamentares.

Gadelha 1

Na família Gadelha, há uma disputa entre o deputado Renato (PSC) e o ex-prefeito André (PMDB). Renato quer a reeleição e André quer recuperar a vaga que já foi sua na Assembleia.

Gadelha 2

Mas os Gadelha querem mais: Leonardo, filho de Marcondes, quer ser deputado federal. E Dalton, tio de Leonardo e irmão de Marcondes, quer ser senador. E agora?

Negativa 1

O vereador Mauri Batista (Nôquinha) negou que a Câmara de Bayeux esteja dando causa ao atraso do pagamento da folha de pessoal dos prestadores de serviços do município, referente a dezembro.

Negativa 2

“Essas despesas pertenciam ao orçamento do município do ano passado e deveriam ter sido empenhadas no orçamento do ano que findou”, esclareceu Nôquinha.

Posse em Lagoa

Os vereadores de Lagoa empossaram, ontem pela manhã, o novo prefeito do município. Gilberto Tolentino (Gilbertinho) era vice. Assumiu em razão da renúncia do titular, Antônio Severino Filho (Toinho Alipio). A posse não ocorreu anteontem (como foi divulgado) porque a maioria dos vereadores não estava na cidade.

Cirurgia

O prefeito de Catolé do Rocha, Leomar Maia, tirou licença de 60 para se submeter a uma cirurgia no coração. A Câmara Municipal aprovou o pedido. O vice-prefeito Laurinho Maia assumiu.

Juazeirinho

A Prefeitura de Juazeirinho, em parceria com o Governo do Estado inicia o ano de 2018 garantindo oportunidade de qualificação profissional para jovens e adultos.

MDB Jovem

José Ronaldo Filho, filho do ex-prefeito de Itatuba, José Ronaldo, comanda o grupo Juventude do MDB e goza de prestígio junto ao vice-prefeito de João Pessoa, Manoel Junior.

Itatuba

José Ronaldo se prepara para ser candidato a prefeito de Itatuba nas eleições de 2020. Em 2016, ele enfrentou o atual prefeito, Aron, seu tio, mas não obteve êxito.

Colaboração de Adelson Barbosa dos Santos

Relacionadas