terça, 12 de dezembro de 2017

Edinho Magalhães
Compartilhar:

Dnocs da PB no DF

31 de outubro de 2017
Se depender dos esforços do chefe do Dnocs da Paraíba, executivo Alberto Gomes, o órgão terá uma nova atuação a partir de 2018. Tudo porque ele vem se desdobrando em visitas e audiências, em Brasília, em busca de recursos para melhor estruturar o Dnocs, a fim de que ele cumpra o seu papel no Estado, que é o de realizar obras contra a seca no interior. Atingido pela grave crise financeira que aflige o Governo (e conseqüentemente os órgãos públicos) e por mais um grave ciclo de seca, Alberto Gomes não teve dúvidas: “não podíamos ficar só esperando chegar água e dinheiro”. Em Brasília ele se articula com toda a bancada federal mas tem no gabinete do senador José Maranhão o seu ‘QG’ de atuação. Em audiências na companhia do senador, Alberto Gomes ouviu a promessa do Ministro da Integração de receber duas perfuratrizes para a criação de poços e da liberação de RS 10 milhões para construção da barragem de Camalaú, que irá perenizar o rio Paraíba beneficiando a cidade de Campina Grande e a população de mais 18 municípios.

Venha a Nós...

O líder Aguinaldo Ribeiro, que saiu fortalecido junto ao Governo no processo de votação da denúncia contra Temer, embarcou para a Terra Santa em viagem com o presidente da Câmara Rodrigo Maia. Terá muitas horas para traçar planos e estratégias pessoais e do Governo.

Menos Impostos

Semana passada, enquanto as atenções estavam voltadas para a votação da denúncia contra o presidente Temer, o senador Cássio Cunha Lima recebia empresários da Paraíba, que denunciavam a política tributária praticada pelo Governo do Estado, “acima da inflação”.

Pauta no Senado

Senador Cássio recebeu, ainda, em seu gabinete, o ministro da saúde Ricardo Barros, para cobrar ações no fornecimento continuado de remédios que tratam de doenças raras.

Pauta na Câmara

Com a iminência do Judiciário em continuar ‘legislando’, a preocupação dos parlamentares é votar pautas de apelo popular, como o Fim do Foro que tem parecer do líder Efraim Filho, pela aprovação. Já o tema ‘Abuso de Autoridade’ parece ser pauta...corporativista.

E a pauta é...feriado!

Está dando o que falar entre os servidores federais a decisão do STF em emendar o feriado na próxima sexta com o dia de finados. Houve queixas na Corte e até de dentro da PGR. Já no Congresso esta semana será curta. A do feriado do dia 15, então, nem vai ter sessão.

No TSE

O ministro paraibano Hermann Benjamin, que ficou conhecido por sua passagem no TSE por defender a tese de cassação do mandato do atual presidente Temer, completou mandato na Corte Superior Eleitoral e está de volta ao STJ.

No TSE 2

A posse dos novos ministros que passaram a integrar o TSE, semana passada, em Brasília, foi prestigiada pelo desembargador paraibano Romero Marcelo, próximo presidente do TRE-PB.

Ministro com Wilson

O ministro da Agricultura Blairo Maggi é o convidado da semana na Comissão de Fiscalização e Controle da Câmara, presidida pelo deputado Wilson Filho. Maggi foi chamado para falar sobre as providências da operação Carne Fraca. Será hoje às 14hs.

Frase

“O ensino público no Brasil é uma fábrica de frustrados”, senador José Maranhão, em referência aos dados de que apenas 13% dos alunos do ensino médio acessam curso superior.

Relacionadas