sábado, 20 de abril de 2019

Sony Lacerda
Compartilhar:

A quem interessa o TCM

18 de dezembro de 2015
A bancada de oposição reclamou e, usando do princípio da razoabilidade, os integrantes têm razão. Em um dia, o Governo do Estado encaminha pedido para contrair empréstimo de R$ 700 milhões. Como bem disse o deputado Raniery Paulino, quem pede empréstimo é porque precisa de dinheiro. Fato.

Raniery ainda apelou dizendo que o povo não quer o Tribunal de Contas dos Municípios, citando que o tema nunca foi pauta ou pedido durante as plenárias do Orçamento Democrático, programa tão defendido pelo Governo.

No outro, dia de se limpar a pauta e entrar em recesso, a situação ressuscita a proposta que trata da criação do TCM. Fica a pergunta: É realmente necessária a criação desse órgão, quando o secretário de Planejamento do Estado, Tárcio Pessoa, propõe auditoria para enxugar a folha das administrações direta e indireta?

Em entrevistas, o governador Ricardo Coutinho tem dito que esse assunto - TCM - não está na pauta, mas a bancada governista tem feito um check-list de seus integrantes, do café da manhã ao jantar.

Seguindo esse princípio, o deputado Anísio Maia saiu em defesa da proposta e bradou da tribuna que “alguém tem que frear o Tribunal de Contas do Estado”, dando a entender que este não estaria cumprindo com o seu papel. Estaria sendo mais ‘punitivo’ do que fiscalizador.

Eu repito o que disse dias atrás: a criação do TCM passa longe de fiscalização, é meramente uma disputa política. Nada mais.

Páginas rasgadas

Com o Regimento Interno da Assembleia em mãos, o deputado Tovar Cunha Lima fez um desabafo ontem: “Esse Regimento terá que ter parte dessas páginas rasgadas porque não vale nada”. Foi logo após a discussão de uma matéria que teria ou não tramitado em regime de urgência.

A resposta 1

“Criamos uma comissão especial para discutir o Regimento, mas se os deputados falam, falam, mas não se reúnem e nem mudam. Paciência”. Foi a resposta do presidente Adriano Galdino.

A resposta 2

A Comissão foi criada em março de 2015, composta por Tovar Cunha Lima, Jeová Campos, Hervázio Bezerra e Dinaldinho Wanderley. Passou na cara as reclamações...

Hora da merenda

“Os deputados estão fazendo a merenda”, disse da Mesa Diretora o presidente da AL, Adriano Galdino, apelando para que os parlamentares voltassem ao plenário para a votação das matérias.

É grave...

O dia em que os ambulantes pararam o trânsito no Centro da Capital, e um trajeto feito em 17 minutos demorou aproximadamente uma hora e meia.

Causando

O deputado estadual Anísio Maia ‘causou’ ontem, durante a sessão, ao declarar que membros do Tribunal de Contas da Paraíba estariam batendo à porta dos prefeitos para convencê-los a conversar os deputados a não votar a criação do Tribunal de Contas dos Municípios.

Escapando

Aos trancos e barrancos, o deputado Eduardo Cunha vai ganhando sobrevida. O STF só julga o pedido da PGR, para que se afaste da presidência, quando voltar das férias, em fevereiro. Cunha deve aproveitar...

Está difícil

Problema recorrente. Quem tem plano de saúde, tem que esperar meses por uma consulta. Por outro lado, os bons médicos não querem mais atender através de planos.

Lá se vão 15 anos...

A partir do meio-dia de hoje, o advogado Marcos Pires e o conselheiro Fernando Catão celebram 15 anos da festa ‘Papai Noel’ do Classic Restaurante. A festa é mais que disputada.

Homenagem

Também hoje à noite, o Rotary Club João Pessoa Tambaú vai realizar homenagem do Hotel Tambaú, ao Pastor Estevam Fernandes, como Profissional do Ano.

Relacionadas