Acesso

Violência
Compartilhar:

Uma mulher estuprada a cada dois dias: 114 vítimas foram atendidas em hospitais

Bruna Vieira / 16 de agosto de 2015
Foto: Nalva Figueiredo
Na Paraíba, 114 mulheres vítimas de estupro foram atendidas em hospitais, este ano, uma a cada dois dias. Parece muito, mas o número de mulheres violentadas pode ser bem maior. Segundo o Anuário Brasileiro de Segurança Pública, apenas 35% das vítimas procuram a polícia.

Estudiosos apontam a falta de punição e a cultura machista como fatores preponderantes para que os crimes sexuais se perpetuem.

A desgraça pode cair sobre qualquer uma: rica ou pobre, magra ou gorda, festeira ou recatada... Mulheres são estupradas de burca ou de shortinho.

E não há meio termo para a lei. Não importa a circunstância ou o grau de intimidade entre vítima e estuprador, se não houver consentimento no ato sexual, é estupro e pronto!

"Eles ainda ameaçaram, dizendo: ‘não fale nada, não. Se falar, a gente sabe quem são seus filhos e seu marido" 

Vítima de estupro, 19 anos . Foi abordada numa praça, às 15h50 e obrigada a entrar em um carro, com dois homens, que se revezaram na prática da violência.

Leia a reportagem completa no Jornal Correio da Paraíba deste domingo

Relacionadas