sábado, 17 de fevereiro de 2018
Cidades
Compartilhar:

Ventos vão fazer temperatura cair no mês de agosto

Fernanda Figueirêdo / 03 de agosto de 2016
Foto: Assuero Lima
De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), esse mês de julho, na Paraíba, foi o de maior déficit pluviométrico dos últimos cinco anos. Em João Pessoa, inclusive, choveu apenas 45,8 mm, ou seja, 300,4 mm menos do que a média histórica da cidade. A previsão para o mês de agosto segue a tendência de estiagem.

O Inmet alerta ainda que este mês será de rajadas de vento possivelmente superiores a 50 km/h, fenômeno que deve provocar sensação térmica de mais frio do que a temperatura registrada nos termômetros, já que agosto, por si só, é um dos meses mais frios do ano.

O chefe de Previsão do Tempo, Ednaldo Correia de Araújo, destaca que o déficit não ocorreu somente em regiões isoladas, que já são naturalmente mais secas, mas em todo o Estado. Além disso, temperaturas amenas, segundo ele, são comuns em julho e agosto, quando as madrugadas ficam mais frias, em todo o Estado.

“O déficit de julho foi o maior dos últimos cinco anos, na Paraíba. Em Pernambuco, possivelmente foi dos últimos 50 anos. Onde geralmente chove, como João Pessoa, choveu pouco, e onde chove pouco, no Sertão do Estado, praticamente nem choveu. Agora acabaram as chuvas. Talvez a partir de novembro comece a chover em cidades como Patos”, explicou.

Leia Mais

Relacionadas