quinta, 20 de setembro de 2018
Trânsito
Compartilhar:

Proprietário tem até 90 dias para recuperar veículo apreendido em fiscalização

Redação / 12 de abril de 2016
Foto: BPTran
As irregularidades dos condutores de automóveis, motocicletas e motonetas junto ao Código de Trânsito Brasileiro têm lotado o pátio do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-PB). Os veículos são abordados em blitzen ou fiscalizações realizadas pelo Batalhão de Polícia de Trânsito Rodoviário e Urbano (BPTran), que só este ano apreendeu 3.939 veículos por irregularidades. São, em média, 43 apreensões por dia.

E, depois de apreendido, o carro ou moto tem um prazo para permanecer nos pátios do Detran. De acordo o comandante do Batalhão, coronel Paulo Almeida Martins, os donos têm um prazo de 90 dias para revê-los, caso contrário o veículo é encaminhado para leilão.

E manter um veículo nos pátios do Detran pode sair ainda mais caro que o pagamento de uma multa. Um simples cálculo é capaz de mostrar o prejuízo aos proprietários. O dono do carro ou moto levado apreendido tem uma despesa diária de R$ 8,00 que é paga quando ele for requerer a sua liberação. Passados os 90 dias no pátio o proprietário do veículo terá um gasto de R$ 720,00.

Segundo o coronel Almeida, uma das condições para liberação do veículo é não existir restrição, como bloqueio judicial ou administrativo inserido no cadastro veicular.

Relacionadas